Conceito de política nacional de resíduos sólidos urbanos e saneamento básico e sua aplicação no planejamento da política municipal de resíduos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1221 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Conceito de política nacional de resíduos sólidos urbanos e saneamento básico e sua aplicação no planejamento da política municipal de resíduos

Os resíduos sólidos, conhecidos como lixo, são resultantes das atividades do homem e dos animais e descartados ou considerados como imprestáveis e indesejáveis. Com o desenvolvimento tecnológico e econômico, modificando-se continuamente. Assim, oPlano de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos tem que levar em consideração uma estimativa da variação qualitativa e quantitativa do resíduo produzido na cidade. Para a elaboração do Plano de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos realizaram-se levantamentos e análises dos diversos tipos de resíduos, do modo de geração, formas de acondicionamento na origem, coleta, transporte,processamento, recuperação e disposição final utilizado atualmente.
nas esferas municipal, estadual e federal, além de detalhar os contratos relacionados à limpeza pública existentes no município.
No ano de 2009 o Brasil gerou mais de 57 milhões de toneladas de resíduos sólidos ,de acordo com os dados da associação brasileira de empresas de limpeza públicas e resíduos especiais.No entanto, essesresíduos nem sempre recebem a correta gestão e gerenciamento.
“o plano de gerenciamento é um documento que apresenta a situação atual
do sistema de limpeza urbana, com a pré-seleção das alternativas mais viáveis,com o estabelecimento de ações integradas e diretrizes sob os aspectos ambientais, econômicos, financeiros, administrativos, técnicos, sociais e legais para todas as fases de gestão dosresíduos sólidos, desde a sua geração até a destinação final”.
Para o tratamento dessa matéria ordem de prioridade para a gestão e
gerenciamento de resíduos sólidos, qual seja: não geração,
redução, reutilização, reciclagem, tratamento dos resíduos sólidos
e disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos.
Para facilitar o trabalho e reduzir o problema temos que tratar e descartar corretamenteos resíduos.
Os resíduos sólidos são classificados quanto a sua origem e periculosidade,quanto a origem podem ser:
a) resíduos domiciliares: são resíduos originários das atividades
domésticas em residências urbanas;
b) resíduos de limpeza urbana: são resíduos originários da
varrição, limpeza de logradouros e vias públicas e outros serviços
de limpeza urbana;
c) resíduos sólidos urbanos:quando compreendem os resíduos
domiciliares e os resíduos de limpeza urbana;
d) resíduos de estabelecimentos comerciais e prestadores de
serviços: são resíduos gerados nessas atividades, excetuados os
resíduos de limpeza urbana, os resíduos de serviços públicos de
saneamento básico, de serviço de saúde, serviços de transporte
e de construção civil. Se os resíduos de estabelecimentos
comerciaise prestadores de serviços forem caracterizados
como não perigosos, os mesmos podem, em razão de sua
natureza, composição ou volume, ser equiparados aos resíduos
domiciliares pelo poder público municipal.
e) resíduos dos serviços públicos de saneamento básico:
são resíduos gerados nessas atividades, excetuados os resíduos
produtivos e instalações industriais;
f) resíduos industriais: sãoresíduos gerados nos processos
produtivos e instalações industriais;
g) resíduos de serviços de saúde: são resíduos gerados nos
serviços de saúde, conforme definido em regulamento ou em
normas estabelecidas pelos órgãos do Sisnama e do SNVS;
h) resíduos da construção civil: os gerados nas construções,
reformas, reparos e demolições de obras de construção civil,
incluídos os resultantes dapreparação e escavação de terrenos
para obras civis;
i) resíduos agrossilvopastoris: são resíduos gerados nas
atividades agropecuárias e silviculturais, incluídos os
relacionados a insumos utilizados nessas atividades;
j) resíduos de serviços de transportes: são resíduos originários
de portos, aeroportos, terminais alfandegários, rodoviários e
ferroviários e passagens de fronteira;
k)...
tracking img