Conceito da medicina do trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1300 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CONCEITO DA MEDICINA DO TRABALHO
A Medicina do Trabalho é a especialidade médica que lida com as relações entre homens e mulheres trabalhadores e seu trabalho, visando não somente a prevenção dos acidentes e das doenças do trabalho, mas a promoção da saúde e da qualidade de vida. Tem por objetivo assegurar ou facilitar aos indivíduos e ao coletivo de trabalhadores a melhoria contínua dascondições de saúde, nas dimensões física e mental, e a interação saudável entre as pessoas e, estas, com seu ambiente social e o trabalho.
A Medicina do Trabalho está construída sobre dois pilares: a Clínica e a Saúde Pública. Sua ação está orientada para a prevenção e a assistência do trabalhador vítima de acidente, doença ou de incapacidade relacionados ao trabalho e, também, para a promoção da saúde,do bem estar e da produtividade dos trabalhadores, suas famílias e a comunidade.
SIGNIFICADO DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO E COMO IDENTIFICAR SEUS ARTIGOS NA CLT.
A Segurança e Medicina do Trabalho têm por objetivo garantir a saúde e bem estar dos trabalhadores em geral,previnindo acidentes de trabalho decorrentes de doenças desenvolvidas no trabalho e em seu ambiente. Ao longo dos anossempre houve quem se preocupasse com a saúde dos trabalhadores, de forma que foram tomadas algumas iniciativas ainda que modestas , mas sem amparo técnico –cientifico necessário. No Brasil, em 1921, foi criada a Inspeção do Trabalho, circunscrita ao Rio de Janeiro. Com a reforma constitucional de 1926, estabeleceu-se a competência da União para legislar sobre o assunto. E em 1931, durante o governoGetúlio Vargas, foi criado o Departamento Nacional do Trabalho, com a função de fiscalizar o cumprimento de leis sobre acidentes laborais, jornada, férias, organização sindical e trabalho de mulheres e menores. Um ano depois, foram criadas as inspetorias regionais nos estados da federação, posteriormente transformadas em Delegacias Regionais do Trabalho. A obrigatoriedade de comunicação deacidentes dessa natureza à autoridade policial foi estabelecida por decreto, em 1934, pelo Departamento Nacional do Trabalho, que também previa a imposição de multas administrativas. Em 1947, a OIT adota a Convenção nº 81, que estabelece que cada membro da organização deve ter um sistema de inspeção do trabalho nos estabelecimentos industriais e comerciais. A experiência dos países industrializadostransformou-se na Recomendação nº 112, de 1959, estabelecida pela OIT, que tratava dos "Serviços de Medicina do Trabalho". Posteriormente, ela foi substituída pela Convenção nº 161 da OIT, de 1985, e sua respectiva Recomendação, de nº 171. Em 1966 foi criada a FUNDAÇÃO JORGE DUPRAT FIGUEIREDO DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO A (FUNDACENTRO ) como um compromisso do BRASIL perante a OIT deinvestimentos em segurança e medicina do trabalho. O crescimento das indústrias resultou no aumento do número de trabalhadores urbanos,o que, conseqüentemente, trouxe novas preocupações para o governo brasileiro. É nesse cenário que surge no país, em 1943, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e, com ela, as primeiras referências à higiene e segurança no trabalho. Na década de 1940, também emergem asComissões Internas de Prevenção de Acidentes (Cipas), organizadas pelas empresas. A Portaria do Ministério do Trabalho que criou as Cipas foi estruturada pela Associação Brasileira de Medicina do Trabalho e é considerada uma das medidas mais efetivas no contexto das ações para prevenção dos acidentes do trabalho. As primeiras comissões trouxeram bons resultados e incentivaram a realização decongressos sobre prevenção de acidentes. Os médicos passaram a se dedicar mais às doenças específicas dos trabalhadores, principalmente àquelas que atingiam um grupo maior na época, como era o caso da intoxicação por chumbo. Tal preocupação obrigou os médicos a aprimorar seus estudos e as empresas a investir na Saúde Ocupacional. As Normas Regulamentadoras também conhecidas como NRs regulamentam e...
tracking img