Comunicacao Mercadologica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1034 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto


Resumo

Capítulo 17 - Comunicação Mercadológica

Comunicação mercadológica é a administração da circulação das informações atendendo às necessidades de determinado público. Ou seja, direciona as informações da empresa à quem realmente se interessa, seja interna ou externamente.
Os fluxos da comunicação mercadológica externa basicamente se resume em empresa X fornecedores e vice-versa, eempresa x clientes e vice-versa.

Da empresa para fornecedores

No contexto empresa X fornecedores, é ideal que a informação seja objetivamente baseada nas necessidades de compra, tais como, matéria-prima, insumos, know-how, entre outros. Quantidade, preço / formas de pagamentos e prazos de entrega, também devem ser observados.
A tecnologia é propulsora do marketing reverso, a internet viabiliza acomunicação entre “vendedores” e “compradores”, sistema este conhecido por e-procurement, que agiliza a tomada de decisão, expande as possibilidades e viabiliza adequações necessárias nos produtos oferecidos.

Da empresa para seus clientes - Intermediários

Fluxos de comunicação:

Push: significa empurrar, e caracteriza-se por ser um pelo fluxo de comunicação que vai da empresa fabricante, passapelos intermediários, os atacadistas e varejistas, até o consumidor final.
Esta estratégia engloba vários esforços, por exemplo: folhetos de apresentação técnica; publicação de anúncios e matérias pagas nos veículos de comunicação; participação em eventos do setor; patrocínio de palestras e eventos contribuindo ao carisma da marca; concursos e premiações; manutenção dos canais de comunicaçãoon-line / Just-in-time; produção de campanhas publicitárias cooperativas com os canais de distribuição

Pull: significa puxar, ou seja, as empresas dirigem esforços em comunicar-se com o consumidor final.

Push-Pull: é um misto das estratégias citadas anteriormente, apresentando maior eficiência, pois atua nos canais de venda ao mesmo tempo que se comunica com o consumidor final.

Ações da ComunicaçãoMercadológica

As ações de comunicação mercadológica mais comuns são: Propagandas (TV, rádio, internet, mídia impressa, mídia externa e etc...); Promoções de vendas; Merchandising; Participação / organização eventos promocionais; Televendas; Venda pessoal, Comunicação digital, entre outros.

a)Publicidade e Propaganda

Propaganda é qualquer forma paga de apresentação ou promoção de uma ideia,segundo Kottler. De acordo com Boone e Kurtz (1998), a publicidade é a estimulação não pessoal da demanda por um bem/serviço, por meio de uma apresentação significativa em veículo impresso, ou não. Realizada de forma não paga.

Objetivos da Propaganda: auxiliar na introdução de novos produtos, pré-lançar produtos, ajudar no posicionamento da marca, neutralizar esforços concorrentes, obter pontos devendas desejáveis, preparar caminho para vendedores, ajudar os consumidores na decisão de compra.


Processos essências da Propaganda

Briefing – esclarecer o objetivo, ideia da mensagem – alinhamento da expectativa.

Orçamento – definição de custos.

Merchandising – Para Regina (2001), trata-se de qualquer material ou técnica promocional utilizada no ponto de venda. È uma forma de valorizar aantiga ,matéria paga que é introduzida durante novelas e programas de televisão / rádio / internet.
Para que o Merchandising seja eficiente é necessário planejar o chamado “composto de Merchandising”, a seguir um roteiro Merchandising.

Estrutura do Merchandising

1 – Análise do ponto de venda:
2 – Análise do público alvo
3 – Planograma / espaço
4 – Definição de objetivos / metas
5 – Composto demerchandising: planejamento das ações; técnicas (vitrinismo, aromatização e etc.); Ações (degustação, demonstração, etc.); Materiais ( balcões, cartazes, etc.);. Recursos humanos (Quem?); Logística e Controle e Avaliação.;
6 – Investimento

Promoção de vendas

Defini-se pela técnica de promover, fomentar a ação do cliente em comprar, de acordo com Se Simoni (1997), não trata-se de apenas de...