Comportamentos aditivos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2333 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Anabela Rocha nº 34763
Ana Guimarães nº
Catarina Couto nº
Zilda Tavares nº
Elizabete nº
Mafalda nº

Unidade Curricular: Biologia Humana e Envelhecimento
Docente Doutora: Marta Abelha
Ano lectivo:2012/2013

1º Ano do 1º Ciclo de Estudos do Curso Superior de Educação Social

Anabela Rocha nº 34763
Ana Guimarães nº
Catarina Couto nº
ZildaTavares nº
Elizabete nº
Mafalda nº

Comportamentos Aditivos no Envelhecimento Humano

Unidade Curricular: Biologia Humana e Envelhecimento
Docente Doutora: Marta Abelha
Ano lectivo:2012/2013

1º Ano do 1º Ciclo de Estudos do Curso Superior de Educação Social
Departamento das Ciências da Educação e Património

Índice

Introdução

Este trabalho foirealizado no âmbito da unidade curricular de Biologia e Envelhecimento Humano lecionado pela Professora Doutora Marta Abelha cujas temáticas são Comportamentos aditivos no envelhecimento.
Neste trabalho são abordados aspectos do envelhecimento humano, as sensações e percepções, seguidamente o conceito de comportamentos aditivos nomeadamente o álcool, tabaco, café, chocolate, chá.
Parapercebermos os comportamentos aditivos no envelhecimento achamos relevante fornecer a definição do mesmo e os diferentes tipos de idades.
O envelhecimento trata-se de um estado tendencialmente classificado de “terceira idade” ou ainda “quarta idade”. No entanto, o envelhecimento não é um estado, mas sim um processo de degradação progressiva e diferencial. Ele afecta todos os seres vivos e o seu termonatural é a morte do organismo. É, assim, impossível datar o seu começo, porque de acordo com o nível no qual ele se situa (biológico, psicológico ou sociológico), a sua velocidade e gravidade variam de indivíduo para indivíduo. Neste contexto vamos abordar cada idade referida anteriormente, idade biológica: Está ligada ao envelhecimento orgânico. Cada órgão sofre modificações que diminuem o seufuncionamento durante a vida e a capacidade de auto regulação tornando se menos eficaz. Quanto a Idade Social: refere se ao papel, aos estatutos e aos hábitos da pessoa, relativamente aos outros membros da sociedade. Esta idade é fortemente determinada pela cultura e pela história de um país, e por último Idade Psicológica: Relacionada com as competências comportamentais que a pessoa pode mobilizarem resposta às mudanças de ambiente, inclui a inteligência, memória e motivação.

Envelhecimento
Portugal está a tornar-se num país envelhecido. O peso dos idosos na estrutura populacional, tem vindo a aumentar de forma significativa, devido por um lado à diminuição dos nascimentos e por outro ao aumento de esperança de vida. Esta redefinição da estrutura etária tem diferentes implicações,exige políticas sociais que permitam fazer face à nova realidade e onde a saúde e o apoio social terão de ser redimensionados, em termos económicos leva a um esforço acrescido da segurança social, como pagamento de reformas e também com os serviços especializados destinados a este grupo populacional.
A nível social há ainda outras implicações no âmbito da exclusão social, solidão pobreza.

OEnvelhecimento e as sensações e percepções
Modalidade | Efeitos da Idade |
Gosto | Diminuição das papilas gustativas |
Olfacto | Vai diminuindo |
Equilíbrio | Diminui |
Visão | Sofre uma perda gradual |
Audição | Diminui |
O envelhecimento perceptivo
Algumas modalidades sensoriais, como o olfacto o gosto, são pouco afectadas pela idade, ao passo que outras, como a audição a visão e oequilíbrio, são gravemente afectados. De todas estas modalidades perceptivas o envelhecimento afecta de forma mais significativa o equilíbrio, audição, visão, levando a consequências importantes e por vezes graves, a nível psicológico e social.
Por outro lado, os défices de natureza auditivos e visuais parecem causas importantes de declínio geral no funcionamento das actividades intelectuais....
tracking img