Comportamento organizacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6602 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice

Pág. 2

1. Introdução …………………………………………………………………..

2. Os determinantes do comportamento organizacional …………………. 3 3. Quais as principais causas do comportamento ……...…………………. 3 4. Factores disposicionais ……………………………………………………. 4 4.1 – A personalidade ………………………………………………………… 5 4.2 - A matriz de personalidade Myers-Briggs …………………………….. 4.3 - Modelo dos Cinco Grandes …………………………………………….4.4 - Outras características ………………………………………………….. 4.5 - Tipo de Personalidade A e B …………………………………………. 5. Aptidões ……………………………………………………………………... 5.1 – Aptidões Cognitivas …………………………………………………….. 5.2 – Aptidões Físicas …………………………………………………………. 6. Percepções e enviesamentos perceptivos ………………………………. 7. Factores situacionais ……………………………………………………….. 7.1 - Factores situacionais: Hardware e softwareorganizacional ………… 8. A perspectiva interaccionista ………………………………………………. 5 8 10 10 11 11 11 11 14 16 17

9 . Conclusão ……………………………………………………………………. 22 10. Bibliografia …………………………………………………………………… 23

Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra 2.º Ciclo de Administração Pública Comportamento Organizacional Disposições, Situações e Percepções

1. Introdução São vários os ângulos que permitemconstatar a existência de diferenças individuais. A relação entre as práticas organizacionais e as características demográficas constitui um assunto central em alguns países como os EUA, onde existe uma forte pressão (com frequente tradução em legislação) para que as organizações adoptem práticas de igualdade de oportunidades. Além das diferenças demográficas, visíveis na aparência, existem outrasnão tão visíveis. Entre elas destaca-se a personalidade. Neste trabalho iremos abordar a temática do Comportamento Organizacional – Disposições, Situações e Percepções. Pretendemos explicar as principais causas do comportamento humano, a importância das características individuais, dos factores situacionais, a conjugação de ambos e estabelecer de que modo podem as organizações actuar sobre asvariáveis individuais e situacionais e desta forma no comportamento dos indivíduos. Destaque para a matriz de personalidade de Myers Briggs e a teoria dos Big Five, o modelo da personalidade dos “Cinco Grandes”.

2

Trabalho realizado por:

Francisco Ribeiro Manuel Moreira

Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra 2.º Ciclo de Administração Pública Comportamento Organizacional Disposições,Situações e Percepções

2.

Os determinantes do comportamento organizacional

O comportamento humano depende fundamentalmente de dois tipos de factores: os disposicionais e os situacionais, ao qual se acrescenta um terceiro factor sendo ele o das percepções ou a forma como interagem as disposições com as situações. Este trabalho pretende analisar as causas do comportamento organizacionalrecorrendo a três conjuntos de elementos que serão apresentados consecutivamente nas secções seguintes:

• •

variáveis disposicionais (e.g., personalidade, inteligência), variáveis situacionais (e.g., clima organizacional, organização do trabalho, tecnologia subjacente aos processos de fabricação), e



interacção de disposições com situação

3.

Qual a causa do comportamentoorganizacional? Os personalistas explicam o comportamento através da análise de variáveis e

diferenças individuais. As características de personalidade, a inteligência geral, inteligência emocional ou a capacidade de liderança, constituem exemplos de determinantes individuais do comportamento. Os situacionistas defendem que a compreensão do comportamento decorre sobretudo da análise das característicasda situação. Ou seja, num determinado tipo de estrutura ou de cultura organizacional, os comportamentos individuais tendem a aproximar-se. Entre os mais famosos partidários desta abordagem, conta-se Jeffrey Pfeffer, um reputado professor da Universidade de Stanford, que advoga esta posição em diversos trabalhos (e.g., Davis-Blake & Pfeffer, 1989; Pfeffer, 1991). O precursor dos textos críticos...
tracking img