Comportamento organizacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4520 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Curso Tecnologia em Logística
Pólo Angra dos Reis

Abdias Pinto Ferreira RA:352935
Andresa Constantino RA:357369
Kleiton Helano Vidal Bernardo RA:352977
Leonardo Marcolino da Silvara RA:362934
Liliane Mesquita RA:362931
Lucas Diniz Honorato RA:352882
Marcelo Gomes do Amaral RA:357407
Rogério Mello Machado RA:352956




ComportamentoOrganizacional
Turma N10 – Semestre 01











Angra dos Reis – RJ
Abril /2012


Introdução
COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL (CO)

Podemos definir Comportamento Organizacional como uma forma de transpassada para as pessoas, com intuito de melhor o convívio dentro de empresas, padronizarem uma forma de comportamento e satisfazer clientes.
O Comportamento Organizacional explica razões quedeterminam fatos, acontecimentos e fenômenos. Prevê eventos futuros, e através de uma ação especifica, estabelece resultados. Controla a contribuição integrante do comportamento humano nas organizações.
O comportamento Organizacional é importante porque se baseia nas considerações dos seres humanos, suas necessidades e gostos. E tem como empenho, superar pressões sociais, econômicas, culturais,tecnológicas e sociais.
O Hexagrama Síntese e um conjunto de Comportamento Organizacional e Comunicação, e o mesmo é composto de diversas influências tais como: Educação e Conhecimento Útil, Inteligência Múltipla, Maiêutica, Educação Crítica, Inteligência Emocional e Aprendizagem Organizacional. A Educação e a Utilização do Conhecimento (Alfred - 1999): A Educação é muito útil na vida, ela contribuipara novos conhecimentos e objetivo também para na aquisição da arte da utilização deste conhecimento, por isso é preciso pensar de maneira diferente a que estamos habituados para que sejamos sempre interpretados com certa suspeita. Inteligência Múltipla (Howard - 1999): a Teoria das Inteligências Múltiplas baseia-se se em três proposições básicas: A primeira reza que “as pessoas não são iguais”são diferentes, a segunda são diferenças levadas em considerações e não ignoradas e a terceira não é possível tratar todas as pessoas baseado numa única inteligência. Inteligências múltiplas é a habilidade de resolver problemas ou criar produtos que são valorizados. A partir daí se estabelece certo de números de inteligências: Linguística, Lógico-Matemática, Musical, Corporal-Cinestésica,Espacial, Interpessoal, Intrapessoal, Inteligência Naturalista, Inteligência Espiritual e finalmente Inteligência Existencial. Maiêutica (Sócrates - 1999): Entre 500 e 300 anos a.C., passamos pelo período áureo, um período muito importante para todo o mundo ocidental, no destaque Sócrates, Platão e Aristóteles. Sócrates era uma pessoa muito importante no fornecimento de informações, para que seusdiscípulos sejam capazes por eles mesmos de gerar e construir seu próprio conhecimento. Pedagogia Revolucionária “Educação Crítica” (Paulo Freire - 1999): Ele refeita os métodos tradicionais de educação, porque não passam de processos capazes de transformar indivíduos brilhantes em monótonos burocratas. Na educação problematizante, o homem desenvolve a percepção critica do mundo no qual e com o qual ele seencontra no processo de transformação para a aquisição de conhecimentos. Estudar não é fácil, o estudo da sabedoria as pessoas para que elas tenham objetivos e uma vida melhor. Inteligência Emocional (Daniel - 1999): Nada mais é que comportamento humano, autocontrole, zelo e persistência, e a habilidade de se automotiva, literalmente ver o funcionamento do cérebro, dos neurônios e das células emtempo real, nos momentos em que pensamos, sentimos, imaginamos e sonhamos, é em grande parte da vida fixados pelos domínio pessoal, modelos mentais, visão compartilhada, aprendizagem em grupo e pensamento sistêmico. Entretanto para o fim específico do comportamento organizacional, temos alguns pontos principais: I. II. III. IV. Emoções fora do controle impedem o bom funcionamento do intelecto,...
tracking img