Comportamento oreganizacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3601 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA - UNIDERP
CURSO: SERVIÇO SOCIAL
DISCIPLINA: FUNDAMENTOS HISTÒRICOS E TEÓRICO-METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL I










ACADÊMICAS:
GERALDA LOPES AVILA - RA 373960
MARCIA CRISTINA DA SILVA - RA 399132
MARIA ELENICE XAVIER - RA 369896







A ORIGEM DO SERVIÇO SOCIAL E SEUS CONFLITOSProfessoras: Ma. Laura Santos
Ma. A.S.Elaine Cristina Vaz V. Gomes







Iguatemi-MS
18/09/2012



Etapa1
Relatório



A Revolução Industrial deve sua origem por volta do séc.XVIII e grandes proporções no séc.XIX e provocou grandes mudanças nos meios de produção humanos afetando diretamente os modeloseconômicos e sociais de sobrevivência humana em toda a Europa.
Com o crescimento da revolução Industrial o modelo feudal começa entrar em decadência e do lugar ao modelo industrial, a partir daí começa algumas transformações em nível local e regional agravando a revolução industrial em nível internacional,mas enquanto a classe burguesa enriquecia em redimo acelerado a maioria da população estavadesempregada e quem tinha um trabalho ganhavam pouco e não tinham nenhuma garantia social,junto a esses trabalhadores vivia uma multidão de mendigos em extrema pobreza devido a resultados das guerra e da inflação da época .
Assim os trabalhadores resolveram criar um sindicato que lutava em defesa dos seus interesses.
O filme tempos moderno nos mostra claramente a realidade passada no ano de 1936,as angústias sociais dos homens e mulheres com o novo modelo de economia capitalista baseado no consumo e no aumento da propriedade privada das desigualdades entre a vida dos pobres e das camadas mais abastadas, sem representar, contudo, diferenças nas perspectivas de vida de cada grupo, ainda que a mesma sociedade capitalista que explora o proletariado alimenta todo conforto e diversão paraburguesia. Mostra ainda parte do trabalho braçal por máquinas. Principalmente o trabalho em fábricas e a exploração do trabalhador, quando a depressão atingiu toda sociedade, levando grande parte da população ao desemprego e à fome. A classe mais pobre, que se sujeitava a furtar qualquer tipo de bens para sobreviver, como em um momento do filme que caracteriza o cenário da fome representada no cais doporto, onde a jovem pobre e órfã de mãe rouba frutas para as crianças e sua família que passam fome,seu pai desempregado morre, em uma protestos sociais, que inclusive mostra a cena da jovem chorando após a morte de seu pai,complicando ainda mais a sua situação que tem que fugir das autoridades para não ter que viver em um orfanato.Aparecem também no filme, mecanismos de repreensão a estasmanifestações, como a polícia, que prende por varias vezes o próprio Carlitos,( personagem principal) confundido como líder grevista. A delegacia, que se apresenta como espaço de coibição a desordem social,
Em uma parte do filme entendemos a relação da classe burguesa, não se trata só a desigualdade e injustiça social. Isto ficou bem claro na cena em que Carlitos ao conseguir um emprego em uma lojade conveniência, leva a Jovem para a loja após o seu fechamento do expediente durante a noite, e junto desejam ter os bens materiais e o conforto de um lar com todos os seus direitos apropriado pela classe burguesa. Ainda nessa parte, Carlitos durante a sua vigília na loja de conveniência, depara-se com três assaltantes, que na verdade trata-se de seus ex-amigos de fábrica, que o falam que nãoroubam porque que gostam, mais roubam por necessidade. Em outro momento do filme após varias desventuras a jovem e Carlito conseguem emprego em um bar, ela dançarina, ele garçom como ele não consegue exercer a sua função de forma adequada para continuar no emprego, ele tem que cantar e a primeira vez que houve a voz dele no filme. Novamente a jovem teve que fugir das autoridades.
Na ultima cena...
tracking img