Comportamento empreendedor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1290 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
LEONARDO DIAS DE OLIVEIRA
LIDINALDO J. O. SANTOS
SOFIA BRETAS GUERRA














COMPORTAMENTO EMPREENDEDOR














FACULDADE DE ESTUDOS ADMINISTRATIVOS DE MINAS GERAIS – FEAD/MG
Belo Horizonte
2012

LEONARDO DIAS DE OLIVEIRA
LIDINALDO J. O. SANTOS
SOFIA BRETAS GUERRA











COMPORTAMENTO EMPREENDEDORProjeto de pesquisa apresentado à disciplina de Comportamento Empreendedor como requisito básico para avaliação A3 no Curso de Zootecnia da FEAD/MG.


Orientador:
Prof. Ms. Alex Fernandes Magalhães



FACULDADE DE ESTUDOS ADMINISTRATIVOS DE MINAS GERAIS – FEAD/MG
Belo Horizonte
2012
SUMÁRIO


1 -INTRODUÇÃO 4

2 – DESENVOLVIMENTO 6

3 – CONCLUSÃO 8

4 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 9



























1. INTRODUÇÃO

Empreendedor é o termo utilizado para identificar o indivíduo que dá início a uma organização. Muitos como Bill Gates e Mark Zuckerberg ficaram famosos por criarem organizações que realizaram inovações em seus setores. Apesar disso, oempreendedor não é somente aquele que inova, com muitos empreendedores criando empresas em setores tradicionais.
A palavra empreendedorismo foi utilizada pelo economista Joseph Schumpeter em 1950 como sendo uma pessoa com criatividade e capaz de fazer sucesso com inovações.
Mais tarde, em 1967 com Kenneth E. Knight e em 1970 com Peter Drucker foi introduzido o conceito de risco, uma pessoaempreendedora precisa arriscar em algum negócio. E em 1985 com Gifford Pinchot foi introduzido o conceito de Intra-empreendedor, uma pessoa empreendedora mas dentro de uma organização.

Uma das definições mais aceitas hoje em dia é dada pelo estudioso de empreendedorismo, Robert Hirsch, em seu livro “Empreendedorismo”. Segundo ele, empreendedorismo é o processo de criar algo diferente e com valor,dedicando tempo e o esforço necessários, assumindo os riscos financeiros, psicológicos e sociais correspondentes e recebendo as consequentes recompensas da satisfação econômica e pessoal.

A satisfação econômica é resultado de um objetivo alcançado (um novo produto ou empresa, por exemplo) e não um fim em si mesma.

No Brasil, o empreendedorismo começou a ganhar força na década de 1990, durante aabertura da economia. A entrada de produtos importados ajudou a controlar os preços, uma condição importante para o país voltar a crescer, mas trouxe problemas para alguns setores que não conseguiam competir com os importados, como foi o caso dos setores de brinquedos e de confecções, por exemplo.

A palavra empreendedor (entrepreneur) tem origem francesa e quer dizer aquele que assume riscose começa algo de novo.

• Século XVII

Os primeiros indícios de relação entre assumir riscos e empreendedorismo ocorreram nessa época, em que o empreendedor estabelecia um acordo contratual com o governo para realizar algum serviço ou fornecer produtos. Richard Cantillon, importante escritor e economista do século XVII, é considerado por muitos como um dos criadores do termoempreendedorismo, tendo sido um dos primeiros a diferenciar o empreendedor (aquele que assume riscos), do capitalista (aquele que fornecia o capital).

• Século XVIII

Nesse século o capitalista e o empreendedor foram finalmente diferenciados, provavelmente devido ao início da industrialização que ocorria no mundo, através da Revolução Industrial.

• Século XIX e XX

No final do século XIX einício do século XX, os empreendedores foram frequentemente confundidos com os administradores (o que ocorre até os dias atuais), sendo analisados meramente de um ponto de vista econômico, como aqueles que organizam a empresa, pagam empregados, planejam, dirigem e controlam as ações desenvolvidas na organização, mas sempre a serviço do capitalista.



No Brasil, o empreendedorismo começou...
tracking img