Comportamento do consumidor homens e mulheres compram diferente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1679 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Comportamento do consumidor Homens e mulheres compram diferente Profa. Dra. Vanessa Brasil Campos Rodríguez Disciplina: Comportamento do consumo – Design de interiores - Unifacs

Começando a história: Fatores biológicos, antropológicos e estruturais do ser humano. Pedro Camargo em “Comportamento do consumo” afirma não haver comportamento humano dissociado dos aspectos anatômicos e fisiológicos.Se o ser humano pensa Se se agrupa Se tem cultura em função do funcionamento do cérebro; em função de proteção física e busca de comida, para preservar costumes que deram certo : evolução.

Somos parte de um ecossistema: raízes biológicas e antropológicas. Segundo o autor a Natureza humana é o princípio e tudo o demais: aspectos sociológicos, antropológicos e psicológicos partem desteprincípio. O autor se baseia no biocentrismo (do grego bios = vida e kentron = centro), homem como um animal que carrega instintos e que influenciam nossos comportamentos. Camargo diz que muitos dos nossos comportamentos não obedecem à nossa consciência. Ele defende que somos parte de uma teia da vida, parte da Natureza. Somos animais! Camargo diz que o termo “evoluir”, não que dizer que ficamos superiores,mas mais adaptados anatômica e fisiologicamente às condições ambientais. Antes = dinossauros Hoje = humanos

Nem sempre nossas escolhas são conscientes. O corpo frequentemente toma atitudes por nós para assegurar que continuaremos vivos e propagando nossos genes. A escolha se processa no córtex pré-frontal, na área da escolha, do planejamento, do julgamento. Nas camadas mais profundas, sistemalímbico (2º cérebro) e reptiliano ( 3º cérebro) não podemos ter poder de decisão ali. São processos inconscientes, à parte de nossa compreensão e entendimento.

1

1º Cérebro reptiliano: Esta camada do cérebro controla os instintos, reflexos e funções fisiológicas básicas. Os anfíbios (sapos e salamandras, por exemplo), répteis (como jacarés, lagartos e cobras) e todos os tipos de pássarospossuem somente esta parte do cérebro. Eles agem e se comportam, principalmente, pelos instintos. Este cérebro pode não resolver problemas de matemática, mas sem ele não sobreviveríamos. Nossa consciência instintiva de perigo vem deste nível cerebral. Quando sentimos fome ou sede, os instintos de sobrevivência do cérebro reptiliano nos avisam e nos levam a comer ou beber. Cérebro límbico (2ºcérebro) Esta parte do cérebro se relaciona às nossas emoções e sentimentos. Sem este cérebro não sentiríamos alegria ou tristeza. Raiva, medo, territorialidade (proteger nosso espaço), assim como sentimentos de segurança, prazer e satisfação de se unir ao outro são exemplos de sentimentos que o 2º cérebro torna possíveis. Muitos animais, como os cães e os gatos, também possuem este nível cerebral. Estaparte do cérebro também torna acessíveis as memórias de eventos passados. Quando você encontra um amigo, lembranças de sua última conversa e do que sentem um pelo outro ficam disponíveis por causa das estruturas e circuitos do 2º cérebro, que guarda essas memórias. O cérebro límbico também permite o que chamamos de retrospectiva (aprender com os erros e sucessos passados). Cérebro cortical (3ºcérebro) O terceiro nível, também chamado de córtex, está envolvido no pensamento, solução de problemas, estabelecimento de objetivos e planejamento. Esta parte do cérebro está envolvida com a "previsão", uma importante habilidade que nos permite ver além e considerar as consequências de nossas decisões antes de levá-las a cabo. 2

Essa é uma vantagem sobre o cérebro reptiliano, onde emoções malresolvidas podem levá-lo a agir sem pensar nos resultados futuros. O 3º cérebro também monitora as atividades do 2º cérebro e é graças a ele que conseguimos nomear e ordenar nossas emoções e sentimentos. Nesse sentido, nos ajuda a decidir qual a melhor decisão a ser tomada para cada situação. Por exemplo, se um comentário de um colega ofende e você sente raiva ou mágoa, você tem que decidir como...
tracking img