Comportamento alimentar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2532 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO
O conteúdo apresentado é uma pesquisa não experimental de caráter qualitativo, cujas fontes pesquisadas foram internet e livros de autores clássicos e contemporâneos, com objetivo de discutir o tema proposto e avançar estudos sobre comportamento alimentar.
Os transtornos da alimentação constituem uma série de alterações, que vão desde as formas subclínicas mais leves,até as formas mais graves, obesidade, anorexia nervosa e bulimia nervosa. As formas clínicas têm assumido uma particular importância nos últimos 20 (vinte) anos, uma vez que clínicos e investigadores têm observado sua frequência e as dificuldades associadas com a evolução e o tratamento. No meio científico, tem recebido uma crescente atenção, pelo aumento acentuado da incidência em todo o mundo, epela gravidade desses quadros, refletida pelo índice elevado de mortalidade.


2. ALIMENTAÇÃO E COMPORTAMENTO
Segundo Bradley (1984), alimentação é definida como “o processo pelo qual os organismos obtêm e assimilam alimentos ou nutrientes para as suas funções vitais, incluindo o crescimento, movimento e reprodução.

Já para Mintz (2001)
A alimentaçãohumana não está ligada apenas ao fator biológico, mas, principalmente, aos aspectos socioculturais. O hábito de se alimentar não é somente o que se come, mas onde, como, com que frequência e o que se pretende simbolizar ou representar com o alimento.


Segundo Aguiar (2008), o comportamento é definido como
“um aspecto constitutivo da espécie humana e como uma relação entreorganismo e ambiente. O comportamento é sempre uma relação ou interação entre eventos ambientais (estímulos) e atividades de um organismo (respostas). A relação organismo-ambiente pode envolver uma situação aparentemente simples (por exemplo, lacrimejar ao descascar cebolas, abrir uma porta ao ouvir uma campainha) ou obviamente complexa (por exemplo, solucionar um problema, abstrair, conhecer asi mesmo)”.



Já para Catania (1999)
O comportamento é entendido como uma função conjunta de fatores filogenéticos, que operam durante o processo de evolução de uma dada espécie, e de fatores ontogenéticos, que operam nas interações de um dado organismo dessa espécie com seu ambiente.


3. COMPORTAMENTO ALIMENTAR E SEUS TRANSTORNOS
1. – ObesidadeO principal problema gerado pela obesidade – e talvez também possivelmente gerador da obesidade – talvez seja o desequilíbrio emocional. O obeso é vítima das mais diversas discriminações sociais, estando sujeito a toda sorte de pilhérias, segregações e imagens irônicas. Suas dificuldades em relação ao seu aspecto físico, especialmente no que diz a respeito à capacidade de ser atraente, são tãograndes, que ele prefere buscar o caminho da simpatia e do bom relacionamento para desviar a alternativa da solidão.
Sobre esse terreno evolui com facilidade todo o conjunto de hábitos e comportamentos que o levam a comer demais. Aprendidos na primeira infância, esses hábitos são sólidos e fruto de uma longa tradição cultural. Aprender a consumir como símbolo de status social, aprivilegiar o resultado do comportamento ou da ação sobre sentimento que os gerou, a hierarquizar alimentos como melhores e piores (as proteínas são tidas como melhores que os carboidratos; a carne melhor que os doces) e usar o alimento em diferentes situações, ora como castigo, ora como prêmio. Em nossa sociedade comemos, na maior parte das vezes, porque “está na hora”, porque não “temos nada o quefazer”, porque “estamos com raiva” ou “alegres”, “porque é de graça” e por tantas outras razões – às vezes, até mesmo porque estamos com fome.
Muitos adultos obrigam as crianças a comer, sem questionar se elas estão com fome e querem comer aquele alimento. A fome é eclipsada pela obrigação, pelos horários, pelos rituais. A saciedade é substituída pela sensação de plenitude gástrica ou por um...
tracking img