Comportamento acido base

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4199 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Ácido e base são duas classes de substâncias químicas com propriedades bem definidas e opostas. Um ácido tem um sabor característico e frequentemente reage quando em contacto com metais, ocasionando a libertação de hidrogénio. Uma base tem um sabor amargo e é gordurosa ao toque.
Ao longo do tempo houve várias tentativas de explicar o comportamento destas substâncias. Arrhenius,cerca de 1884, definiu um ácido como uma substância que, quando dissolvida em água, dá origem a protões ou iões hidrogénio (H+), e uma base como uma substância que, nas mesmas circunstâncias, dá origem a iões hidróxido (OH-). Nestas condições a reação de neutralização será como descrita na equação:




























Uma reacção ácido-base é uma reacção químicaque ocorre entre um ácido e uma base. Diversos conceitos existem os quais provêem definições alternativas para os mecanismos de reacção envolvidos e suas aplicação em resolver problemas relacionados. Apesar de diversas similaridades nas definições, sua importância torna-se aparente como métodos de análise diferentes quando aplicadas às reacções da ácido-base para espécies gasosas ou líquidas, ouquando o carácter do ácido ou da base puder ser um tanto mais ou menos aparente. Historicamente, o primeiro destes conceitos científicos dos ácidos e as bases foram fornecidos pelo químico francês Antoine Lavoisier, em torno de 1776.

















REACÇÃO ÁCIDO-BASES
Definição de Lavoisier
Devido ao conhecimento sobre ácidos fortes de Lavoisier era restrito principalmente aosoxiácidos, os quais tendem a conter átomos centrais em altos estados de oxidação cercados por oxigénio, tal como o HNO3 e H2SO4, e dado que ele não dispunha da composição verdadeira dos ácidos hidroalogênicos, HCl, HBr, e HI, definiu ácidos em termos de seus conteúdos de oxigénio, o qual de fato recebeu seu nome das palavras gregas significando "formador de ácido" (do grego) significando "ácido"ou "afiado" e γεινομαι (geinomai) ou "gerar/formar"). A definição de Lavoisier foi mantida como absoluta verdade por mais de 30 anos, até o artigo de 1810 e subsequentes abordagens por Sir Humphry Davy nas quais ele provou a ausência de oxigénio em H2S, H2Te, e nos ácidos hidroalogênicos. No entanto, Davy falhou em desenvolver uma nova teoria, concluindo que "a acidez não depende de nenhumasubstância elementar particular, mas de peculiar arranjo de várias substâncias"[2]. Uma notável modificação da teoria do oxigénio foi fornecido por Berzelius, que afirmou que os ácidos são os óxidos de não-metais, enquanto as bases são óxidos de metais.

Definição de Liebig
Esta definição foi proposta por Justus von Liebig em torno de 1838, baseado em seus extensos trabalhos sobre a composição químicade ácidos orgânicos. Esta finalizou a doutrina estabelecida sobre ácidos baseados em oxigénio a ácidos baseados em hidrogénio, iniciada por Davy. De acordo com Liebig, um ácido é uma substância contendo hidrogénio na qual este pode ser substituído por um metal qualquer. A definição de Liebig, completamente empírica, permaneceu em uso por quase 50 anos até a adoção da definição de Arsénios.Definição de Arrhenius

A definição de Arrhenius das reacções ácido-base é um conceito ácido-base mais simplificado desenvolvido pelo químico sueco Svante Arrhenius, que foi utilizado para proporcionar uma definição mais moderna das bases que seguiram-se a seu trabalho com Friedrich Wilhelm Ostwald no que estabeleceram a presença de íons em solução aquosa em 1884, e que levou a Arrhenius a receber oPrémio Nobel de Química em 1903 como "reconhecimento por seus extraordinários serviços... prestados ao avanço da química por sua teoria da dissociação electrolítica".


A tradicional definição aquosa de ácido-base do conceito de Arrhenius se descreve como a formação de água a partir de íons hidrogeno e hidróxido, assim como a formação de íons hidrogénio e hidróxido procedentes da dissociação...
tracking img