Complexo luz

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5935 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
APRESENTAÇÃO

Quando é proposto o estudo de determinado aspecto de uma área de valor cultural tão vasto quanto o centro histórico de São Paulo, é necessário um cuidado especial, em se tratando da arquitetura dos prédios relevantes presentes na região, no caso deste trabalho, os Complexos Luz e Júlio Prestes, porque através da Arquitetura, do estilo aplicado, das técnicas, se percebeo contexto histórico, a sociedade da época. A atenção dada a este tema, redobra, ainda mais, porque estes monumentos sofreram intervenções (ou pelos menos irão sofrer mudanças), e as atividades realizadas nestes lugares, mudam com o tempo também, como por exemplo o prédio do Dops e a construção da Sala São Paulo que veremos no decorrer deste tema.
Outro fator que revela a importância de umapesquisa desse tipo é que apesar de se ter um patrimônio histórico-cultural vastíssimo e riquíssimo, o acesso ainda é restrito as informações estão ainda muito desencontradas, não há facilidade para quem pesquisa, e tão pouco para um possível turista que revele interesse por esta área.
A realização de pesquisas desta natureza, instiga a realização de outras mais, e de uma forma ou de outra oacesso mais facilitado da sociedade aos patrimônios que remontam a história de São Paulo, e em parte a historia do Brasil.
Um dos interesses desta pesquisa, é observar através do resultado final do trabalho, uma possível verificação de como estas mudanças promovem uma maior visitação, ou não, e de que maneira estas mudanças e restaurações são pensadas pelos órgãos competentes. Como já foimencionado anteriormente a Arquitetura está intimamente ligada com os outros assuntos discutidos pelos outros grupos, porque todos estes itens são essenciais para o entendimento real da pesquisa.























Pinacoteca Do Estado


A pinacoteca foi fundada em 1905, por Freitas Valle, Ramos de Azevedo, Sampaio Viana e Adolfo Pinto como uma pequena galeria dearte com o objetivo de preservar, restaurar e divulgar o patrimônio artístico nacional ocupando uma sala do prédio originalmente projetada por Ramos de Azevedo, seu primeiro diretor. O pequeno acervo inicial, por doações e aquisições aumentou vagarosamente .
O prédio de estilo arquitetônico neoclássico foi projetado para abrigar o Liceu de Artes e Ofícios onde oferecia educação básica emais tarde cursos profissionalizantes. Já dividiu seus espaços com alguns setores da Polícia Militar, o Conservatório de Musica, a Escola de Artes Dramáticas e a Faculdade de Belas Artes.
Por ter tido tantos inquilinos, o Prédio da Pinacoteca sofria com falta a de manutenção, a precariedade das condições ambientes e de melhor espaço necessitando assim por reformas. Esta foi feitapelos arquitetos Paulo Mendes da Rocha, Eduardo Argenton Conelli e Weliton Ricoy Torres objetivando resgatar o valor arquitetônico de Ramos de Azevedo fazendo uma intervenção iminente técnica, “mas sem submissão ao projeto original” (Eduardo Conelli)
Buscando resolver problemas de ordem técnica como a umidade que degradava as paredes de alvenaria havia também o caráter de layout doedifício. A primeira modificação foi a cobertura dos dois pátios com uma clarabóia constituída por uma grelha metálica com vidro transparente. Isso permitiu explorar as aberturas que dão para os pátios e as aberturas do octógono. A iluminação é do italiano Piero Castiglione, o mesmo que iluminou o Museu d’Orsay, em Paris e Pallazzo Grazzo, de Veneza. Todo o prédio contém sistemas de climatização eumidificação especiais e equipamentos de alta segurança. Com discrição, Mendes da Rocha arejou seu interior e ganhou espaço, sem tirar nem por um tijolo.
As diversas divisões das salas puderam ser retiradas e com a instalação de passarelas em aço que atravessam estes dois pátios os planos puderam se expandir. Foi colocado também um elevador com vista panorâmica. A circulação no prédio que...
tracking img