Competencia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1164 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Competência –conjunto de conhecimentos,
habilidades e atitudes que, quando integrados e utilizados
estrategicamente, permite atingir com sucesso os resultados
que dela são esperados na organização.”Essa é a
definição encontrada no livro de Benedito Milioni,
Dicionário de Termos de Recursos Humanos, para a palavra
competência.

Mas será que é fácil assim identificar o que é competência?Para a consultora do Grupo Catho, Paula Coutinho, de uma
forma simples e clara, podemos definir competência
individual como o uso dos conhecimentos, das capacidades e
comportamentos que os indivíduos adotam voluntariamente no
desempenho de atividades e tarefas e perante os contextos de
trabalho da organização.

“As competências dependem de três fatores externos
fundamentais:
 A tarefa-Desenhar e redesenhar,
permanentemente, postos de trabalho e funções, avaliando a
capacidade das pessoas, sua inteligência, sua autonomia, seu
sentido de responsabilidade;
 O contexto da função -Criar formas de
organização leves, flexíveis e interdependentes, com chefias
bem preparadas, que façam do diálogo, da participação e da
cooperação autênticas ferramentas de trabalho;

 Ocontexto da organização -Definir missões e
objetivos de maneira clara, praticar uma liderança efetiva e
criar políticas de recursos humanos geradoras de motivação
para as pessoas.

Ok. Mas quais são as competências que fazem a diferença?

Competitividade, produtividade, agilidade e racionalização
de custos são as principais. Segundo a consultora Cristiane
Garcia, as competências mais apreciadasatualmente no
mercado são a capacidade empreendedora, saber trabalhar sob
pressão, ser comunicativo, criativo e inovador, além de
saber negociar, ter capacidade para planejar, organizar e
liderar. Ser assertivo na hora de tomar decisões, tendo
flexibilidade e agilidade em situações inesperadas.

“Hoje, um dos fatores que vem sendo trabalhado é o
treinamento e desenvolvimento decompetências fundamentais
para trabalhar em equipe, bem como a ampliação e aquisição
de competências para relacionar-se com os colegas e
sensibilizar-se sobre a importância da formação de times
coesos de trabalho”, avalia Paula. Sim, leitores, não é
tão simples. As empresas exigem cada vez mais e mais de seus
profissionais.

Nos processos seletivos, por exemplo, existe o que se chama
de entrevistapor competências. Esse recurso de seleção e
recrutamento parte da idéia de que comportamentos passados
podem dar indícios de possíveis comportamentos futuros.
“Por isso, nesse tipo de entrevista busca-se focar a
experiência profissional que o candidato possui na área de
interesse, investigando principalmente quais e como
desenvolvia as atividades propostas, buscando identificar
quais seusconhecimentos, formas de agir e pensar, que
somadas às informações do currículo e
características pessoais, permitirá ao
selecionador delinear o perfil do profissional e seus
potenciais”, diz Cristiane.

Como desenvolvê-las?

É por meio do processo de aprendizagem que se desenvolvem as
competências. Os resultados, diz Paula, vêm quando
estruturamos uma abordagem de educação continuada, queintegra teoria e prática, propõe vivências diversificadas,
muita prática e ênfase no autodesenvolvimento.

“Intercalar atividades com períodos de estudos e projetos
no dia-a-dia assegura os três “C's” para que as competências
sejam colocadas em prática:
* Continuidade – processo contínuo de aprendizagem, buscando
total assimilação.
* Conseqüência – os conceitos devem ser colocados emprática.
* Conexão – as competências de gestão são interdependentes e
conectadas entre si.”

Se até agora falamos apenas de competências básicas,
essenciais, saiba que existem as outras, aquelas que fazem a
diferença, como poder de decisão, liderança, raciocínio
criativo e resolução de problemas – competências normalmente
encontradas em profissionais de alto nível – e pouco
encontradas...
tracking img