Compej

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1699 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Estrutura do verbo (radical + terminação)
O verbo possui uma base comum de significação que é chamada de RADICAL.
A esse radical se junta, em cada forma verbal, uma TERMINAÇÃO, da qual participa pelo menos um dos seguintes elementos:
Vogal temática ( -a- , -e-, -i- , respectivamente para verbos de 1ª, 2ª e 3ª conjugação)
Exemplos
• cant-a
• beb-era
• sorr-ira
Desinência temporal (oumodo temporal) - indica o tempo e o modo:
canta (ausência de sufixo), cant-a-va, cant-a-ra
Desinência número-pessoal - identifica a pessoa e o número:
canta (ausência de desinência), cant-a-va-s (2ª pessoa singular), cant-á-ra- mos (1ª pessoa plural)
Todo o mecanismo da formação dos tempos simples repousa na combinação harmônica desses elementos flexivos com um determinado radical verbal.Muitas vezes, falta um deles, como, por exemplo:
VOGAL TEMÁTICA, no presente do subjuntivo e, em decorrência, nas formas do imperativo dele derivadas:
Exemplos
• ante
• cantes
• cante
• etc
DESINÊNCIA TEMPORAL, no presente e no pretérito perfeito do indicativo, bem como nas formas do imperativo derivadas do presente do indicativo:
canto, cantas, canta, etc.; cantei, cantaste, cantou, etc.;canta (tu), cantai (vós);
DESINÊNCIA PESSOAL
a) na 3ª pessoa do singular do presente do indicativo (canta);
b) na 1ª e na 3ª pessoa do singular do imperfeito (cantava), do mais-que-perfeito (cantara) e do futuro do pretérito (cantaria) do indicativo;
c) na 1ª e na 3ª pessoa do singular do presente do subjuntivo (cante), do imperfeito do subjuntivo (cantasse) e do futuro do subjuntivo(cantar);
d) na 1ª e na 3ª pessoa do infinitivo pessoal (cantar).
Flexões do Verbo
O verbo apresenta variações de número, pessoa, modo, tempo e voz.
Número e Pessoa
O verbo admite dois números: singular (quando se refere a uma só pessoa ou coisa) e plural (quando se refere a mais de uma pessoa ou coisa).
A primeira pessoa é aquela que fala e corresponde aos pronomes pessoais eu (singular) e nós(plural):
1ª pessoa singular: eu falo 1ª pessoa plural: nós falamos
A segunda pessoa é aquela a quem se fala e corresponde aos pronomes pessoais tu (singular) e vós (plural):
2ª pessoa singular: tu falas 2ª pessoa plural: vós falais
A terceira pessoa é aquela de quem se fala e corresponde aos pronomes pessoais ele, ela (singular) e eles, elas (plural):
3ª pessoa singular: ele fala 3ª pessoaplural: eles falam
Modos
Os modos indicam as diferentes atitudes da pessoa que fala em relação ao fato que enuncia e são três:
a) Indicativo
Apresenta o fato como sendo real, certo, positivo.
Exemplo: Voltei ao colégio.
b) Subjuntivo
Apresenta o fato como sendo uma possibilidade, uma dúvida, um desejo.
Exemplo: Se tivesse voltado ao colégio, teria encontrado o livro.
c) ImperativoApresenta o fato como objeto de uma ordem, conselho, exortação ou súplica.
Exemplo: Volta ao colégio.
Formas nominais do verbo
São chamadas formas nominais, porque podem desempenhar as funções próprias dos nomes (substantivos, adjetivos ou advérbio) e caracterizam-se por não indicarem nem o tempo nem o modo.
São elas: o INFINITIVO, o GERÚNDIO e o PARTICÍPIO.
Infinitivo- exprime a idéia de açãoe seu valor aproxima-se do substantivo:
"Navegar é preciso Viver não é preciso" (Fernando Pessoa)
Os verbos navegar e viver ocupam a função de um sujeito gramatical e por isso equivalem a um substantivo.
O infinitivo pode ser
Pessoal
Quando tem sujeito: É preciso vencermos esta etapa (sujeito: nós)
Impessoal
Quando não tem sujeito: Viver é aproveitar cada momento. (não há sujeito)Gerúndio
Exprime um fato em desenvolvimento e exerce funções próprias do advérbio e do adjetivo:
O menino estava chorando. (função de adjetivo)
Pensando, encontra-se uma solução. (função de advérbio)
Particípio
Exerce as funções próprias de um adjetivo e por isso pode, em certos casos, flexionar-se em número e em gênero:
Terminado o ano letivo, os alunos viajaram.
Terminados os estudos, os...
tracking img