Comparação entre as médias pluviométricas mensais em brasília e a sazonalidade do período de chuvas da capital

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1540 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Comparação entre as médias pluviométricas mensais em Brasília e a Sazonalidade do período de chuvas da capital

Comparison of the monthly rainfall patterns in Brasília and the seasonality of the rain periods of the capital
Isadora Rezende de Oliveira Silva
Estudante de Engenharia Ambiental na Universidade de Brasília (UnB)

Raissa Maria Cometa Mota Moruzzi
Antropóloga pela UniversitàAlma Mater Studiorum Bologna. Estudante de Engenharia Ambiental na Universidade de Brasília (UnB)

RESUMO
O principal objetivo deste trabalho foi verificar a sazonalidade da precipitação mensal na capital federal, Brasília. Para isso, foram coletados dados relativos aos índices pluviométricos mensais médios nos anos de 2000 e 2009, a normal climatológica do período de 1961 a 1990 foi usada comoparâmetro externo. A parir da análise desses dados, foi possível a confirmação da existência de um período chuvoso, que se estende de outubro a abril e outro seco, que se inicia em maio e acaba em setembro. O resultado já era esperado, pois, de acordo com classificação climática da cidade, o inverno concentra as menores taxas de precipitação. Enquanto o verão é sempre chuvoso.

Palavras-Chave:Precipitação; sazonalidade de chuvas, Brasília.

INTRODUÇÃO
Brasília encontra-se na região Centro-Oeste do Brasil, mais precisamente a 15º 47' S e 47° 55' W, sobre o planalto central brasileiro. A altitude média da cidade é de 1.100m, seu clima, de acordo com o Sistema de Classificação Climática Köppen, é tropical de savana, característico da região central do país que apresenta verão quente eúmido, e inverno frio e seco.
O período chuvoso começa em outubro e termina em abril. A precipitação pluviométrica nesse período corresponde a aproximadamente 85% do total anual, enquanto a estação seca vai de maio até setembro, sendo que o trimestre mais seco do ano, que envolve os meses de junho, julho e agosto, concentra apenas 5% do total anual. Nesse período, a umidade do ar caidrasticamente, aproximando-se de níveis comuns encontrados em desertos.
A precipitação em Brasília é determinada principalmente pela ação de duas massas de ar: a Massa Equatorial Continental (mEc) e a Massa Equatorial Atlântica (mEa). A primeira – que se forma sobre o noroeste da Amazônia - é uma massa quente com elevado teor de umidade. Na primavera, devido ao declínio na pressão, a mEc se descola para oSul, trazendo chuvas para a Capital. A Massa Equatorial Atlântica, que se forma sobre o Oceano Atlântico, também é uma massa quente e úmida. Porém, tal umidade é perdida ao longo do caminho rumo ao interior do país e quando chega a Brasília, ela já se tornou uma massa seca. Assim se inicia o período de seca na cidade.
O resultado da movimentação contínua dessas massas é a manutenção da sazonalidadedos períodos de chuva no Distrito Federal.

METODOLOGIA
Para o desenvolvimento da pesquisa foram utilizados dados referentes ao parâmetro climático da precipitação mensal no ano 2000 e 2009, além dos valores de chuva acumulada mensal da normal climatológica do período entre 1961-1990. As medidas dos índices pluviométricos mensais utilizados foram efetuadas na estação meteorológica localizadano Distrito Federal - DF, no campus Darcy Ribeiro da Universidade de Brasília – UnB, pertencente ao Instituto Nacional de Meteorologia – INMET.
A definição dos anos a serem analisados foi baseada na intenção de se comparar índices pluviométricos mensais, relativamente recentes, a uma distância de 10 anos, de modo a se ter uma amplitude maior para poder detectar possíveis variações na sazonalidadedas chuvas. A normal climatológica foi utilizada como parâmetro de comparação externo - que possui valores mais independentes de variações provenientes de fenômenos esporádicos - por representar a média dos parâmetros meteorológicos de um período padronizado de trinta anos consecutivos.
Com tais dados é possível avaliar a presença de deslocamento, aumento ou diminuição dos períodos de chuva e...
tracking img