Como ler e redigir um texto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 87 (21670 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]















COMO LER, ENTENDER E REDIGIR UM TEXTO

ENILDE L. DE J. FAULSTICH



COMO LER, ENTENDER E REDIGIR UM TEXTO

4ª EDIÇÃO VOZES - PETRÓPOLIS. 1992







COMO LER,

ENTENDER

E

REDIGIR UM TEXTO



4a Edição















Petrópolis

1992





(c) 1987, Editora Vozes Ltda. Rua Frei Luís, 100

25689 Petrópolis,RJ Brasil







Diagramação

Valderes Barboza





Aos colegas da Universidade de Brasília que ministram, entre outros, o curso de

Língua portuguesa I, agradeço por terem usado, sob a forma de instrumentos de

trabalho, o material aqui exposto, o que me permitiu avaliar a validade dos con-

ceitos.





ESCLARECIMENTO



As idéias expressas neste livro não sefecham em si mesmas. Por isso, o uso de

bibliografia adequada e coerente se faz obrigatório sempre que se precisar de in-

formação mais detalhada sobre o assunto em estudo. O livro a ser lido vem, por

conseguinte, indicado imediatamente após o conteúdo reativo, no corpo do

material.





Sumário

Introdução, 9



PRIMEIRA PARTE



1. Com a intenção de ler, 13

1. Aescolha do texto, 13

2. Tipos de leitura, 14



II. Texto e entendimento, 23

1. Capacidades cognitivas, de acordo com

Bloom, 23

2. Plano de texto expositivo, 27



III. Palavra e vocábulo: unidades essenciais de

texto, 31

1. Uso de palavra e vocabulário, 36

2. Vocabulário e campo lexical, 40

3. Sinonímia e hiponímia, 42

4. Estrutura de vocábulo em campo lexical, 445. Exatidão e adequação vocabular, 49



IV. Produção do texto: a dissertação, 50

1. O texto expositivo-dissertativo, 52

2. O texto dissertativa-argumentativo, 59

3. Recursos apropriados para a elaboração

do texto dissertativo, 69









SEGUNDA PARTE



V. Sintaxe de construção, 81



VI. A vírgula no contexto sintático, 92



VII. Conversando sobre crase,99



VIII. Temas sugeridos para redação, 106



Bibliografia auxiliar, 115





Introduçâo

- nota da ledora: numeração encontra-se sempre ao pé da página. - fim da nota

da ledora.







Produzir texto é uma das tarefas mais complexas, tanto para quem pretende

ensiná-la como para aquele que, na sala de aula, todos os dias, dispõe-se a

aprendê-la. De fato, nãoexiste uma receita infalível para tal, bem como os

modelos os quais nos dispomos a demonstrar dependem muito mais da

recepção do leitor que de uma cópia ipsís verbís do que se diz ou informa.



Neste trabalho, partimos do princípio de que redigir exige requisitos próprios,

tais como, saber ler e saber entender. Assim sendo, em um primeiro momento,

qualquer redator deve motivar-se apartir da leitura de bons textos para, com

base no "velho", criar o novo. Ele deve saber que, só depois do entendimento

das idéias as quais vai expor, é-lhe possível extrapolar e criar seu texto, segundo

um plano pré-elaborado, uma vez que todas as nossas ações corriqueiras são

normalmente planejadas. A escrita é, pois, um ato corriqueiro. No a escola a

transforma quase sempre em ummomento solene.' o da hora da aula de redação;

eventualmente esta se transforma em uma punição,



9







do tipo "já que faltou o professor da disciplina X, podemos manter os alunos em

sala mandando fazer uma redação". Está certo isso? - pergunta-se.



Redigir é dizer a outrem o que se pensa.

Ao conversar, está-se como que redigindo oralmente; ao escrever uma carta, dequalquer natureza, está-se redigindo; ao resolver um problema de matemática, de

fisica, de biologia, está-se redigindo;_ao escrever uma estória. uma descrição de

cena ou de objeto e ao defender um ponto de vista, está-se redigindo. Convém

observar, todavia, que cada uma das situações enumeradas anteriormente exige

uma forma de texto e, assim, cada texto terá a silhueta devida....
tracking img