Como fundar a etica hoje(l.boff)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (821 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Como fundar a ética hoje?
 
LEONARDO BOFF
 
A razão não é o primeiro nem o último momento da existência. Por isso não explica tudo nem abarca tudo
 
VIVEMOS HOJE grave crise mundial devalores. É difícil para a grande maioria da humanidade saber o que é correto e o que não é. Esse obscurecimento do horizonte ético redunda numa insegurança muito grande na vida e numa permanente tensão nasrelações sociais, agravada pela lógica dominante da economia e do mercado, que se rege pela competição, e não pela cooperação, dificultando destarte o encontro de estrelas guias e de pontos dereferência comuns.
Importa também não esquecer o que o historiador Eric Hobsbawm, em sua obra «Era dos Extremos» (Cia. das Letras), constatou: houve mais mudanças na humanidade nos últimos 50 anos do quedesde a Idade da Pedra. Essa aceleração fez com que os mapas conhecidos não orientassem mais e a bússola chegasse a perder o Norte. Nesse quadro dramático, como fundar um discurso ético minimamenteconsistente?
Considerando a história, verificamos que duas fontes da moral orientaram as sociedades até hoje: as religiões e a razão. As religiões continuam sendo os nichos de valor privilegiadospara a maioria da humanidade. A razão, desde que irrompeu, quase simultaneamente em todas as culturas mundiais, no século 6 a. C., no assim chamado tempo do eixo (Karl Jaspers), tentou estatuir códigoséticos universa]mente válidos. Esses dois paradigmas não ficam invalidados pela crise atual, mas precisam ser enriquecidos, se quisermos estar à altura das intimidações que nos vêm da realidade hojeglobalizada.
A crise cria a oportunidade de irmos às raízes da ética e descermos àquela instância na qual se formam continuamente valores. A ética, para ganhar um mínimo de consenso deve nascer dabase última da existência humana. Esta não reside na razão, como sempre pretendeu o Ocidente. A razão não é o primeiro nem o último momento da existência. Por isso não explica tudo nem abarca...
tracking img