Comercio internacional e a crise globalizada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1731 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
COMERCIO INTERNACIONAL E A CRISE GLOBALIZADA

ECONOMIA BRASILEIRA E INTERNACIONAL

São Paulo

2011/2

COMERCIO INTERNACIONAL E CRISE GLOBALIZADA

Na atual fase da economia mundial, em que tudo é mais interligado do que nunca, a crise iniciada nos Estados Unidos já provoca retração da produção global.
A economia mundial chegou à metade de 2009 mergulhada na pior crise desde o fim da IIGuerra Mundial (1945). Pela primeira vez neste período, os Estados Unidos (EUA), os países da Europa Ocidental e o Japão estão ao mesmo tempo em recessão – ou seja, enfrentam redução em suas atividades econômicas.
Os principais índices econômicos no mundo mostram essa realidade: a Zona do Euro (países da União Europeia cuja moeda é o euro) chegou a abril de 2009 com uma queda acima de 20% daatividade industrial, culminando em 12 meses de retração econômica; os EUA atravessam a mais longa depressão em 64 anos, com a recessão iniciada em dezembro de 2007 chegando ao 18° mês; o comércio mundial, que engloba as exportações e importações de todos os países, tem previsão de cair 3% em 2009 (o pior resultado em 30 anos); o conjunto da economia mundial deve encolher 1% neste ano, segundoprevisões das Nações Unidas.
Quando falamos do conjunto da atividade econômica de um país ou do mundo em um ano, usamos a expressão Produto Interno Bruto (PIB). 0 PIB do Brasil em 2008, por exemplo, foi de 2,9 trilhões de reais, somando o conjunto das atividades da indústria, da agricultura e do setor de serviços. Quando há uma recessão, o valor do PIB em um ano é menor do que o do ano anterior.
Mas,para que as economias tenham bom índice de crescimento, é importante que ele seja maior do que o aumento da população do país, para que as novas levas de jovens que chegam ao mercado de trabalho possam encontrar vagas (esse quadro se expressa no crescimento do PIB per capita – número obtido com a divisão do total do PIB pelo total de habitantes do país). Isso tudo explica por que o cenário derecessão é tão ruim: não só os jovens não acham emprego como parte dos trabalhadores perde o emprego que já tem.
A atual crise econômica global teve origem no colapso do mercado imobiliário dos EUA – o estouro da “bolha imobiliária” -, em agosto de 2007, quando duas grandes empresas de financiamento de imóveis norte-americanas quebraram. A causa disso era que a maioria das pessoas que haviam tomadoempréstimos com essas empresas para comprar casas não estava conseguindo pagar as prestações, que ficaram muito caras, como resultado do aumento da taxa de juros (custo do dinheiro emprestado). Cerca de um ano depois, vários dos principais bancos norte-americanos afundaram, já que possuíam boa parte de seu patrimônio composto de papéis baseados nesses financiamentos que não estavam sendo pagos. Como osbancos em dificuldades pararam de financiar as atividades empresariais, a economia foi duramente atingida. E, como os EUA respondem por cerca de um quarto da produção mundial, todo o mercado internacional sofreu as consequências.
Naturalmente, essa descrição é apenas um resumo de alguns dos principais elementos da atual crise. O Brasil ficou relativamente preservado, mas, como um dos pilares daeconomia nacional é a exportação de mercadorias – sobretudo para os países ricos -, e caiu bastante o movimento de compra, também estamos sendo afetados.
O fato é que a velocidade e a profundidade da crise global se relacionam com o fato de que vivemos a era da globalização, cuja característica é uma grande interdependência das economias dos diferentes países.
História
Para entendermos aglobalização, é preciso saber que o fenômeno em si começou há muito tempo. Os  primeiros passos rumo à conformação de um mercado mundial e de uma economia global remontam aos séculos XV e XVI, com a expansão ultramarina europeia.
Quando Cristóvão Colombo chegou à América, em 1492, deu início ao que alguns historiadores chamam de primeira globalização. O desenvolvimento do mercantilismo estimulou a...
tracking img