Comercio exterior e blocos economicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2336 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
http://pt.wikipedia.org/wiki/Bloco_econ%C3%B4mico
Os blocos comerciais, ou blocos econômicos, são um tipo de acordo intergovernamental, muitas vezes parte de uma organização intergovernamental, onde barreiras ao comércio são reduzidas ou eliminadas entre os Estados participantes.[1]
A maioria dos blocos comerciais estão definidos por uma tendência regional e podem ser classificados de acordo comseu nível de integração econômica.

Estágios de integração econômica pelo mundo:
(cada país está pintado conforme o mais avançado acordo que assinou.)
União econômica e monetária (CSME/EC$, EU/€)
União econômica (CSME, EU)
União aduaneira e monetária (CEMAC/franco CFA central, UEMOA/franco CFA ocidental)
Mercado comum (EEE, AELC, EEC)
União aduaneira (CAN, UABCR, CAO, UA-UE, MERCOSUL,UAAA)
Zona de livre comércio multilateral (ALCAANZ, ACELC, ALC-CEI, COMESA, GAFTA, CCG, NAFTA, ASACR, SICA, P4)
Um dos primeiros tipos de blocos econômicos da história foi a União Aduaneira.[2] Iniciado em 1834, formado na base da Confederação Alemã e, posteriormente no Império Alemão em 1871. Surtos da formação do bloco econômico foram vistos nos anos 1960 e 1970, bem como na década de 1990 apóso colapso do comunismo. Em 1997, mais de 50% de todo o comércio mundial foi realizado sob as organizações de blocos comerciais regionais.[3]
Defensores do livre comércio são em geral opostos aos blocos econômicos, que segundo eles, incentivam regiões em oposição ao livre comércio global.[4] Os estudiosos continuam a debater se os blocos econômicos regionais estão levando a uma economia mundialmais fragmentada ou estão incentivando a extensão do mundo global existente a um sistema multilateral de negociação.[5][6] Os blocos econômicos podem ser formados por acordos entre vários estados (como Mercosul) ou parte de uma organização regional (como a União Europeia). Dependendo do nível de integração econômica, os blocos comerciais pode ser de diferentes categorias, tais como:[7] zona depreferência tarifária, zona de livre comércio, união aduaneira, mercado comum e união econômica e monetária.[8]
[editar]Vantagens[8]
A redução ou eliminação das tarifas ou importação;
Produtos mais baratos;
[editar]Desvantagens[8]
Desemprego;
Diminuição da produção de empresas;
[editar]Principais blocos econômicos

As informações aqui contidas são encontradas em seus respectivos artigos, de modo maisabrangente.
[editar]Mercosul

Sede do Mercosul, em Montevidéu.
Ver artigo principal: Mercado Comum do Sul
Criado em 1991 com o Tratado de Assunção, é o maior bloco econômico da América do Sul. Formado pelo Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai. A zona de livre comércio entre os países foi formada em 1995. Encabeçam-se Brasil e Argentina.[9] Desde 2006, a Venezuela depende de aprovação dos congressosnacionais para que sua entrada seja aprovada, mais especificamente do parlamento paraguaio, visto que os outros três já ratificaram-na.[10] No dia 17 de dezembro de 2007, Israel assinou o primeiro acordo de livre comércio (ALC) com o bloco.[11] No dia 2 de agosto de 2010, foi a vez de o Egito assinar também um ALC.[12] Muitos sul-americanos veem o Mercosul como uma arma contra a influência dosEstados Unidos na região, tanto na forma da Área de Livre Comércio das Américas quanto na de tratados bilaterais. Uma prova disso é a criação da Universidade do Mercosul, que vai priorizar a integração regional no modelo de educação. Em 2012, o Paraguai perdeu seu lugar no bloco devido ao golpe que ameaçou sua democracia, e a Venezuela ingressou no bloco. [13]
[editar]União Europeia
Ver artigoprincipal: União Europeia
A união entre os países se iniciou após a Segunda Guerra Mundial. Mas a criação foi efetivada em 1992 com o Tratado de Maastricht. Nele há uma moeda oficial, o euro. Hoje são cerca de 30 países que fazem parte do bloco.[14] As mais importantes instituições da UE são a Comissão Europeia, o Conselho da União Europeia, o Conselho Europeu, o Tribunal de Justiça da União Europeia...
tracking img