Comentário sobre o filme” o óleo de lorenzo”

O filme “O Óleo de Lorenzo” nos incentiva a nunca desanimar diante das dificuldades da vida, principalmente diante de doenças que ainda não tem cura como a Adeno Leudo Distrofia citada no filme.Lorenzo Odone vivia como um menino normal até os 8 anos de idade. Já havia morado em vários países, inclusive na África onde brincava com um nativo empregado da família.
Certo dia começou a ficaragressivo na escola e não se concentrava nas aulas. A professora foi conversar com os pais e perguntou se o casal estava brigando em casa pois não entendia a brusca mudança do Lorenzo.
A família levouLorenzo ao médico. O médico solicitou vários exames e constatou que ele tinha uma doença, ainda sem cura, hereditária por parte da mãe, cujo nome era Adeno Leudo Distrofia ou ADL.
O médico explica àfamília que o parasita atacava a mielina, uma capa que protege os neurônios. A massa cinzenta vai virando água. Diz também que é como se fosse um colesterol nas artérias, ou seja é um aumento de ácidograxo nos axônios. Falta uma enzima para quebrar as gorduras saturadas causando um quadro de leucodistropia, ou seja a não se consegue transmitir os impulsos nervosos ao cérebro.
Os pais perguntam aomédico por que a mãe não tinha a doença já que transmitiu ao filho? Ele responde que a doença atinge somente aos homens e a mãe é só uma portadora.
A doença faz com que os níveis dos ácidos graxos (C24)e (C26) aumentem cerca de 4 vezes em relação ao nível normal. Os sintomas podem ser dificuldades de relacionamento, de locomoção , paralisia, dificuldades gradativas de fala, de audição, visão,podendo ficar em coma e conseqüentemente morrer.
O médico informa que ainda não havia cura para a doença e que Lorenzo teria no máximo dois anos de vida. As vacinas ainda estavam em testes.
Aí começa aluta dos pais pela sobrevivência de Lorenzo. Primeiro, a família oferece o filho como cobaia. O médico concorda e reúne uma junta de especialista médicos para estudarem o caso de Lorenzo. Só que, já...