Combustão do lixo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 59 (14630 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Aline Meireles
Ezequiel Orlandi
Eros Patric Doszanet Chagas
Maísa Pabis
Thais Hamilko





Combustão do Lixo

Trabalho apresentado na disciplina Tratamento de efluentes, do departamento de Engenharia Química de ministrada pelo professor Alvaro Mathias.



CURITIBA
2011

Abreviaturas
RSU ResíduosSólidos Urbanos
RSS Resíduos Sólidos da Saúde
PCI Poder Calorífico Inferior
PCS Poder Calorífico Superior
H quantidade de hidrogênio
O quantidade de oxigênio
A quantidade de água
C quantidade de carbono
S quantidade de Enxofre
Aquantidade de água
Q quantidade de energia no processo
mar massa de ar
mgás massa dos gases efluentes

T temperatura

Tref temperatura de referência
Cp calor específico
CONAMA conselho nacional de meio ambiente
CETESB Compania de tecnologia de saneamentoambiental – São Paulo

1.0 Introdução

A incineração de resíduos sólidos urbanos pode ser definida com um processo de redução do peso, do volume e das características de periculosidade do lixo, com a consequente eliminação da matéria orgânica e características de patogenicidade, através da combustão controlada. Também pode ser entendida como um processo de reciclagem da energia liberada na queima dosresíduos, visando à produção de energia elétrica e vapor.
A incineração dos resíduos sólidos urbanos com aproveitamento energético quer seja para a geração de energia elétrica quer seja para geração de vapor ou ar refrigerado, é uma alternativa que vem sendo empregada para solucionar os problemas de disposição final dos resíduos sólidos urbanos, principalmente nos países da Europa, EstadosUnidos e Japão (GRIPP, 1998).
No Brasil, a incineração teve maior aplicação para o tratamento térmico dos resíduos dos serviços de saúde. Devido à má operação dessas unidades e à falta de controle quanto às emissões atmosféricas, a incineração passou a ser vista com grandes ressalvas não só pelas comunidades locais como por vários profissionais da área ambiental. Sendo assim, a utilização daincineração com aproveitamento energético ainda é bastante incipiente (MENEZES et al., 2000).
Dada a crise energética dos últimos anos e a busca por tecnologias alternativas de geração de energia que venham complementar a matriz energética brasileira, que está calcada na hidroeletricidade, a utilização de resíduos sólidos em processos termelétricos de cogeração ganhou espaço no País. A queima de pneususados e outros resíduos em fornos de clínquer, inclusive com regulamentação no Conselho Nacional de Meio Ambiente, (CONAMA, 1999) e a utilização da biomassa do bagaço de cana em processos de co-geração com gás natural são exemplos dessa busca por novas tecnologias que contribuem para a geração de energia e, ao mesmo tempo, propiciam uma destinação final adequada aos resíduos sólidos.

1.1 VantagensIncineração do lixo urbano e hospitalar permite:
a- Redução drástica de massa e volume a ser descartado: a taxa de redução média é de 70% e de volume, 90%, diminuindo o volume destinado ao aterro;
b- Recuperação de energia: parte da energia contida nos resíduos pode ser recuperada para a geração de energia elétrica e/ou vapor d’água;
c- Redução do impacto ambiental: com novastecnologias de limpeza de gases de combustão, os níveis de emissão de poluentes podem ficar abaixo dos observados em processos de combustão convencionais, bem como contribuir para a minimização do efeito estufa, devido à combustão de materiais renováveis (papéis, restos de alimentos e produtos de origem vegetal), também contribui com a redução na emissão de gás metano e evita contaminação de lençóis...
tracking img