Comandos linux

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2398 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Comandos Linux

Arquivos e Diretórios

pwd - O comando pwd lhe permite saber em qual diretório você está no momento, onde pwd significa "print working directory".

cd - Este comando nos permite se deslocar entre a árvore de diretórios do sistema. Quando abrimos um terminal ou seção shell, você entra direto no seu diretório pessoal. Para mover-se pelo sistema de arquivos você deve usar o cd."cd /" para ir ao diretório raiz.

"cd" para ir ao seu diretório pessoal.

"cd .." para acessar um diretório de nível acima do atual.

”cd -” para voltar ao diretório que se encontrava antes de mudar.

Para navegar através múltiplos níveis de diretórios em só comando, use por exemplo, "cd /var/www", que o levará diretamente ao sub-diretório /www do diretório /var.

cp – Copiaarquivos e diretórios.

"cp file foo" para fazer uma cópia exata do arquivo "file" dando-lhe o nome de "foo".

"sudo cp /etc/X11/xorg.conf /etc/X11/xorg.conf-bkp" para gerar uma cópia de segurança exata do arquivo "/etc/X11/xorg.conf" dando-lhe o nome de "/etc/X11/xorg.conf-bkp".

mv - Este comando move arquivos e diretórios, sendo muito usado também para renomear um determinado arquivo.

”mvarquivo1 arquivo2” para renomear o arquivo “arquivo1” localizado no diretório pessoal do usuário para “arquivo2” no mesmo local.

"mv foo ~/Desktop" moverá o arquivo "foo" para seu diretório Desktop sem alterar seu nome. Você deve especificar um novo nome se quiser renomear um arquivo.

ls - Comando utilizado para listar o conteúdo de um diretório. Usado com certas opções, é possível ver otamanho dos arquivos, quando foram criados, e as permissões de cada um.

"ls ~" para mostrar os arquivos que estão em seu diretório pessoal.

”ls -hal ~” para mostrar os arquivos que estão em seu diretório pessoal, inclusive os ocultos (-a) em forma de uma listagem (-l) e com as informações de tamanho mais amigável a nós seres humanos (-h).

rm - Utilize este comando para remover (deletar)arquivos e opcionalmente diretórios. Por padrão o comando rm exibe um prompt onde o usuário deve confirmar a exclusão de cada arquivo, digitando a letra “y” seguido de “Enter”.

”rm arquivo1” para remover o arquivo chamado “arquivo1” do diretório corrente após confirmação no prompt.

”rm -f arquivo1” para remover o arquivo chamado “arquivo1” do diretório corrente sem que lhe seja exibido o prompt deconfirmação.

”rm -r ~/temp/” para remover de forma recursiva o diretório /temp localizado em sua pasta pessoal e todo seu conteúdo, seja ele arquivos e outras arvores de sub-diretórios.

mkdir - Comando cuja finalidade é permitir a criação de um ou mais diretórios.

"mkdir musicas" para criar um diretório chamado “musicas” dentro do diretório corrente.

chmod – Altera as permissões deacesso de arquivos e diretórios, não alterando estes atributos de links simbólicos passados na linha de comando, mais sim as permissões dos arquivos aos quais eles se referem. Existem duas maneiras de especificar as permissões do objeto. Você pode usar o sistema de código numérico ou o sistema de codificação alfabético. Existem três conjuntos de usuários associados a cada objeto: o proprietário doobjeto, o grupo do objeto e o resto. Usando o sistema de codificação alfabético, eles são referidos como ‘u’ de user (usuário), ‘g’ de group (grupo), ‘o’ para other (outro) e ‘a’ para all (todos). Existem três tipos básicos de permissões que você pode alterar: ‘r’ de read (ler), ‘w’ de write (gravar) e ‘x’ de execute (executar). Essas três permissões podem ser alteradas usando os sinais + (mais) e –(menos). Por exemplo, para acrescentar as permissões ler e executar ao proprietário e grupo do arquivo test1, você insere o seguinte comando:

# chmod ug+rx test1



|Leitura (r) |Escrita (w) |Execução (x) | |Octal |
|0 |0 |0 | |0 |
|0 |0...
tracking img