Colunas j e b

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1600 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
AUG :. e RESP:. LOJ:. SIMB:.

FRATERNIDADE LONDRINENSE N° 69

G.L.P.

COLUNAS “J”e “B”

ULMAR DIAS JUNIOR

Londrina, 07 de maio de 2012A.˙.G.˙.D.˙.G.˙.A.˙.D.˙.U.˙.

COLUNAS “J” E “B”

COLUNAS - Origem

A origem das colunas do seu ponto de vista arquitetural, se deu como suporte dos telhados, esta idéia parece derivar da árvore, e era tão simples, que ela pode ser encontrada na arquitetura de todos os povos .
A coluna arquitetônica tem sua origem na Grécia Antiga. No Egito por exemplo, as colunas, em sua maioria, eram monolíticas (deuma só peça), ao passo que, no Império Romano, o luxo chegara a tamanho desenvolvimento que eram feitas geralmente de mármores, granitos ou de pórfiro .
Na antiguidade perpetuavam-se os grandes acontecimentos pela ereção de colunas, sendo usado o mesmo sistema como demonstração de gratidão por favores recebidos de maneira providencial. Eis a razão porque os povos primitivos dedicaram tantascolunas aos seus Deuses.

O Templo de Jerusalém

O Templo de Jerusalém segue a mesma disposição do Tabernáculo, santuário portátil armado pelos hebreus para o serviço religioso durante o êxodo do Egito. De acordo com o Livro Sagrado das Escrituras, Moisés teria recebido no Monte Horeb, na península de Sinai, instruções para armar um Templo portátil para guardar o Decálogo – As Tábuas daLei (Arca da Aliança), o qual deveria acompanhar o povo durante seus deslocamentos.
   Existiram dois grandes Templos de Jerusalém, todos no mesmo local, no Monte Moriá. O primeiro Templo foi construído por ordem do Rei Salomão, por volta de 986 a.C. e destruído em 586 a.C., quando os babilônios de Nabucodonosor II tomaram a cidade.
   O segundo foi o de Zorobabel, construído sobre asruínas do primeiro, quando os hebreus voltaram do exílio na Babilônia, em 536 a.C. e destruído novamente em 70 d.C..
   As grandes diferenças do Templo de Jerusalém (imóvel) em relação ao Tabernáculo (portátil) eram: um grande pórtico de cinco metros de profundidade e duas grandes colunas ladeando sua entrada.

As Colunas do Templo de Jerusalem

As colunas mais notáveis,principalmente para nós maçons, são aquelas que o Rei Salomão mandou construir na entrada do Templo de Jerusalem. O trabalho foi realizado por HIRAN ABI, artífice de Tiro (Era filho de uma viúva de Nephtali, mas seu pai era tírio e trabalhava o bronze), foi quem construiu as colunas, ambas eram ocas e foram fundidas em bronze, em moldes escavados no chão, usando métodos desenvolvidos pelos assírios notempo de Senaquibabe. Cada coluna tinha 18 côvados de altura e seu diâmetro se media com um fio de 12 côvados e eram encimadas por um capitel de 5 côvados ricamente trabalhado. Sua altura no sistema métrico, incluindo-se o capitel, correspondia a aproximadamente dez metros e meio, cinco metros e meio de diâmetro. Tais especificações são descritas no I Livro de Reis (VII-15.16). Os capitéis eramornados com redes de malhas e grinaldas em forma de cadeias (correntes). Havia sete grinaldas para cada capitel. Ao redor das malhas, foram colocadas duas fileiras de romãs, cada fileira com cem romãs, totalizando duzentas em um capitel. Todo o conjunto que encimava cada uma das colunas tinha o formato de lírios, até a altura de quatro dos cinco côvados de altura de cada capitel. Os líriosrepresentavam a beleza das mulheres e as romãs, a potencia do homem sustentada pelo vinho afrodisíaco das romãs. Diversos autores dizem que em todos os tempos, a romã foi o símbolo de fecundidade, de abundancia de vida, os grãos da romã, reunidos em uma polpa transparente, simbolizam os homens unidos entre si por um ideal comum.
As colunas estavam do lado externo da edificação, e foram chamadas de...
tracking img