Coluna vertebral

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4272 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
I - IDENTIFICAÇÃO

XXXXXXXX, sexo masculino, XX anos, estado civil casado, profissão caixa bancário, residente e domiciliado na cidade de Primavera, Município de Rosana, Estado de São Paulo.

II – HISTÓRICO

Os dados de histórico foram obtidos de depoimentos do autor e da análise de documentos por ele portados.


III – VÍNCULOEMPREGATÍCIO

O paciente teve vínculo firmado com empresa BANCO XXXXX S/A como caixa executivo, sendo o início do vínculo em agosto de 2002 ,como consta no resultado do atestado de saúde ocupacional, realizado pelo Dr. XXXXX, tendo como resultado apto para o trabalho sem restrições.


III. 2. Histórico profissiográfico

Trabalhou principalmentecomo caixa executivo na agência do BANCO XXXXXX do , na cidade de /SP.


III. 3. Análise do histórico previdenciário

O paciente alega que iniciou o amparo de benefício previdenciário do ano de 2007, e de acordo com o exame médico ao qual submeteu em 28/06/2007 observa-se na Comunicação de Acidente de Trabalho CAT a situação geradora de acidente ou doença que dita:“Segundo Informações Médicas o mesmo é portador de doença profissional em atividade inerente à sua função”.
Nas perícias do INSS ficou constatado por sucessivas vezes que permanece a incapacidade laborativa.
*O Sr. XXXXXXXXXXX encontra-se sob amparo de benefício previdenciário.




III. 4. Histórico laboral na empresaTodo tempo de trabalho desenvolvido na empresa para a qual o paciente serviu de forma contínua, foram nas atividades de caixa executivo.
O mesmo afirma que na maior parte da jornada de trabalho as atividades eram realizadas na posição sentada.


Afirma ainda que para desempenhar seu trabalho, necessitava ficar por horas seguidassentado em uma cadeira com os rodízios danificados e sem possibilidade de regulagem dos equipamentos, pois o balcão onde realizava suas principais atividades era fixo e existia a necessidade de abrir e fechar uma gaveta por diversas vezes, para isso, era necessário afastar o corpo do balcão (com a cadeira com os rodízios danificados) e a região lombar não ficava bem apoiada, pois não era possívelafastar o corpo com o auxílio dos rodízios da cadeira, ficando com o corpo afastado para conseguir abrir e fechar a gaveta, isto durante grande parte da jornada, pois eram atribuições do cargo, dentre outras funções.

III. 5. Histórico da doença atual

Alega que não recorda exatamente o início das dores, pois, as sentia diariamente em menor intensidade desde 2004,porém, continuava a trabalhar, e afirma que as dores acentuaram e tornaram-se insuportáveis por volta do início do ano de 2006: “Sentia as dores diuturnamente, porém, chegou uma época que ao fazer certos movimentos eu sentia uma forte fisgada na coluna, e não conseguia mais nem sair do lugar direito, tive que ser levado para o Hospital por diversas vezes”, sendo consultado pelo Dr. Damião AntonioG. Lorente. CRM 60279, onde recebeu o diagnóstico de hérnia discal extrusa centro mediana e lateral esquerda associada a rotura do ânulo fibroso em nível L5-S1.
Afirma que não consegue pegar pesos, tampouco permanecer na mesma posição por longos períodos devido às fortes dores, e que recorre continuamente a medicamentos (por prescrição médica).Há mais de 02 anos vem fazendo tratamento com médico ortopedista e psiquiatra. Também fez diversas sessões de fisioterapia.


Alega que atualmente sofre com os sintomas diagnosticados como hérnia discal extrusa paramediana à esquerda em L5-S1 e artrose interapofisária em L5-S1 com discreta retrolistese de L5 sobre S1. (Dr. XXXXXXX), com a presença de dor...
tracking img