Columbano bordalo pinheiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (731 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PINTURA E ESCULTURA EM PORTUGAL NA 2º METADE DO SÉCULO XIX (a partir de 1870)
* Academia de Belas Artes (Lisboa, Porto) – Ideário académico e romântico Francês
* Naturalismo em Portugal – ospintores portugueses assimilaram melhor o realismo assente na observação e na representação física, criando um culto à natureza/experiência e permitindo o desenvolvimento de qualidades técnicas narepresentação de paisagens, costumes, retratos.
* Grupo de Leão:
* NATURALISTAS: Marques de Oliveira (1853 – 1927)
Silva Porto (1850 – 1893)José Malhoa (1855-1933) pintura de género (vida rural, festas populares)
* IMPRESSIONISTAS (rejeitaram o modernismo):Henrique Pousão (1859 – 1929)Columbano Bordalo Pinheiro (1857 – 1929)

* ESCULTURA: Soares dos Reis (1847 – 1889) renovação da escultura portuguesa com uma obra Naturalista/Romântica."Cancela Vermelha", de Silva Porto, c. 1879 "Céfalo e Prócris” (1877), Marques de Oliveira“Os Bêbados”, de José Malhoa, 1907 “Esperando o sucesso”, de Henrique Posão, 1882

COLUMBANO BORDALOPINHEIRO
GRUPO DE LEÃO (1885), 200 X 380 CM,
LOCALIZAÇÃO: Museu do Chiado, Lisboa
TEMA: Neste quadro, Columbano representa o Grupo do Leão. O nome provém da cervejaria que servia de ponto deencontro para estes amigos. Formado por admiradores e amigos de Silva Porto, este grupo não tinha estatutos ou regras, em que as discussões sobre arte e o convívio eram bem alegres e vivas. O grupo tambémfoi responsável pela organização de várias exposições, que contribuíram para o enorme sucesso da pintura do Naturalismo em Portugal.
MATERIAIS E TÉCTINICAS: Óleo sobre tela. A pouca cromatização de...
tracking img