Coloides

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1147 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Mauricio Moreira Freire Mansano Andre
Universidade Federal do Rio de Janeiro
Quimica Experimental
Relatório sobre Sistemas Coloidais
27/04/2012

Sistemas Coloidais

1-Introdução
Colóides são misturas heterogêneas de pelo menos duas fases diferentes, com a maté-ria de uma das fases na forma finamente dividida (sólido, líquido ou gás),denominada fase dispersa, misturada com a fasecontínua (sólido, líquido ou gás), denominada meio de dispersão.
Uma das características dos colóides é a movimentação rápida, aleatória, desordenada e caótica das partículas da fase dispersa. Este fenómeno denomina-se movimento browniano. Uma outra característica dos colóides é o efeito Tyndall, que é a capacidade que as partículas coloidais têm de dispersar a luz quando esta atravessa um meiocoloidal, o que as permite distinguir das soluções.O estudo dos colóides iniciou-se em 1860, quando o químico escocês Thomas Graham observou que substâncias como o amido, a cola ou a gelatina se difundiam muito mais lentamente quando colocadas em água do que o açúcar ou o sal de cozinha. Além disso verificou que estas substâncias não cristalizavam, ao contrário do açúcar e do sal de cozinha. Grahamdecidiu chamar esta classe de substâncias colóide.
A química dos colóides está bastante relacionada com o dia-a-dia do cidadão e os sistemas coloidais tanto sãoencontrados na natureza, nos reinos mineral, vegetal e animal, como podem ser sintetizados na forma de bens de consumo e para processos industriais que propiciam melhores condições de vida. O estudo dos colóides também pode ajudar a evitar aformação desses sistemas na natureza, quando poluem o ar (fumaça), a água (esgoto doméstico e industrial) e os solos (resíduos sólidos).

Tabela 1: Tipos de dispersão coloidal

2-Objetivo: Estudar alguns métodos de obtenção de coloides e algumas de suas propriedades,tais como carga e área superficial e o espalhamento de luz. Além disso, o conceito de estabilidade coloidal.

3-Metodologia1.1-Preparação de colóides

A-Processos de Condensação

a) Foram adicionadas 3 gotas de solução saturada de FeCl3 em um tubo de ensaio com 3 ml de água quente. O experimento foi repetido usando água fria.

FeCl3 + 3H2O Fe(OH)3 + 3HCl

b) Em um tubo de ensaio com 3 ml de solução saturada de As2O3 aquecida, foi passado uma corrente de gás sulfídrico, obtido em um aparelho de Kipp.As2O3 + 3H2O 2H2AsO3
2H3AsO3 + 3H2S As2S3 + 6H2O

B-Processos de Dispersão

a)Foram adicionadas 1ml de água e 3 gotas de óleo vegetal em um tubo de ensaio.

b) Foram adicionadas 1ml de água, 3 gotas de óleo vegetal e 3 gotas de sabão em um tubo de ensaio.

1.2-Propriedades das partículas coloidais

A-Adsorção
Em dois tubos de centrifuga, colocou-se 2ml de azulde metileno. Adicionou-se em um dos tubos carvão ativo e no outro um pequeno pedaço de carvão. Os tubos foram aquecidos em banho-maria e a dispersão foi centrifugada.

1.3-Destruição de colóides(coagulação)

A-Coagulação Mútua de Colóides
Misturou-se 0.5ml de soluçao de Fe(OH)3 com 0.5ml de soluçao de As2S3.

B-Coagulação pela Ação de Eletrólitos

a)Em um tubo de ensaio com 1 mlde soluçao de As2S3, colocou-se 2 gotas de solução de NaCl 1 mol. Agitar..
b) Em um tubo de ensaio com 1 ml de soluçao de As2S3, colocou-se 2 gotas de solução de MgCl2 1 mol. Agitar.
c) Em um tubo de ensaio com 1 ml de soluçao de As2S3, colocou-se 2 gotas de solução de AlCl3 1 mol. Agitar.



1.4-Colóide protetor


A- Prata Coloidal(realizar os experimentos simultaneamente paracomparação)

a)Em um tubo de ensaio com 1ml de água destilada adicionou-se 3 gotas de soluçao de AgNO3 1 mol e 3 gotas de solução de NH3. Colocou-se 5 gotas de formol e foi aquecido em banho maria..
b)Em um tubo de ensaio com 3ml de dispersão de gelatina(1%), 3 gotas de solução de AgNO3 e 3 gotas de solução de NH3 ,foi adicionado 5 gotas de formaol e aquecido em banho maria.

4-Resultados...
tracking img