Coleta seletiva

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1368 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2010
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ
CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO
EAD – ESTÁCIO CAMPUS VIRTUAL

ANA CARLA ALMEIDA MIRANDA
Matricula: 201001081609
Turma:

PROJETO INTEGRADOR – PARTE I

Rio de Janeiro
20/03/2010
SUMÁRIO

1.INTRODUÇÃO.......................................................................................................3
2. VALORES MOTIVACIONAIS............................................................................4
3. ANTROPOCENTRISMO X ECOCENRISMO..................................................5
4. CONSIDERAÇÕES FINAIS.................................................................................6
5.REFERÊNCIAS......................................................................................................7

1. INTRODUÇÃO

A catação de materiais recicláveis constitui para muitos trabalhadores a única forma de garantir a sobrevivência e a possibilidade de inclusão num mercado de trabalho excludente. A baixa escolaridade é um fator de exclusão do mercado formal de trabalho, e somado a imagem que os catadores fazem da própria atividade eposição social resulta em uma auto-imagem negativa dos trabalhadores no sentido de se sentirem humilhados ou envergonhados pelo que fazem. O desemprego aparece como elemento fundamental para o direcionamento para a atividade de catação, tendo em vista que se trata de uma atividade alternativa para a obtenção de renda que garanta a sobrevivência do catador e de seus familiares.
Os trabalhadores(catadores) são expostos à periculosidade, tendo em vista o ambiente insalubre onde trabalham, também são vítimas de preconceitos e estigmas e excluídos de alguns ambientes sociais. A falta de uma legislação específica e o desconhecimento de leis e resoluções dos serviços de saneamento e gestão de resíduos, cooperam para os problemas acima mencionados. A coleta seletiva e a reciclagem são asmelhores formas de resolver o problema do lixo urbano e a inclusão sócio-econômica dessa classe desfavorecida.
Na grande maioria das cidades brasileiras, o lixo é depositado a céu aberto o que causa poluição do ar, do solo e das águas, permitindo a proliferação de doenças, o que afeta a qualidade de vida da população e a degradação ambiental.
Com base nestes problemas, as Cooperativasdos Trabalhadores de materiais recicláveis e algumas empresas estão se esforçando para agir de modo responsável, procurando minimizar o risco em operações potencialmente agressivas ao meio ambiente, construindo e reforçando sua imagem institucional, e melhorando as condições de trabalho dos catadores, recuperando sua auto-estima e resgate da cidadania.

2. VALORES MOTIVACIONAISNesse programa adotado pela Cooperativa, é imperativo que o apoio aos catadores seja compromissado com o protagonismo deles e a construção dos processos emancipatórios desta categoria. Catadores são vítimas de preconceito por parte da sociedade e constantemente são associados ao problema do lixo, sendo que na verdade, eles merecem políticas públicas que fortaleçam seu perfil empreendedor e ecológico,tendo em vista que contribuem para o aumento da reciclagem sem nenhum custo para a administração pública.
Incentivar o orgulho entre os próprios catadores é o primeiro passo antes de quebrar o preconceito por parte da população em geral. A população tende a ser educada a partir desses programas de coleta seletiva que mostrem a importância dos trabalhadores de recicláveis dentro da cadeiade gestão de resíduos.
Cooperativas e associações de materiais recicláveis não apenas ajudam na organização da classe de trabalhadores, mas também favorecem na integração e reconhecimento da profissão associada às condições subumanas de trabalho. Logo entendo que as cooperativas seriam alternativa viável para melhorar a sustentabilidade da gestão de resíduos e a inclusão de...
tracking img