Coerência e coesão

1- Em que sentido o mito ainda faz parte da vida contemporânea? Identifique, na nossa cultura, o carnaval, o futebol, as comemorações (casamento, formatura etc.). No sentido de entender que nos dias atuais, ainda o mito e o imaginário é um contexto voltado para as necessidades do ser humano, como base de investigação, que podemos identificar na nossa história, cultura, tradição entre outros,,levando em consideração os pontos positivos dentre os variados mitos. Sendo assim, tais fenômenos que fazem parte da nossa vida como carnaval, futebol e outros traz grandes influências como arte, heróis, ídolos, sonho e profissão, (como tentativa e concretização dos sonhos), que estão sempre relacionados com o nosso cotidiano.

2- Explique as semelhanças e as diferenças existentes entre asseguintes abordagens do real:
a) ciência e filosofia; apesar de serem bem distintas entre si, a filosofia é uma ciência abstrata, é o pensar que busca a sabedoria. Usam teorias para tentar provar algo, não necessariamente dados científicos. Já a ciência é caracterizada por um conjunto metódico de conhecimentos obtidos mediante a observação e a experiência em vários setores da vida, pois só empregamo que eles podem provar.
b) senso comum e bom senso; o senso comum é um saber que nasce da experiência cotidiana, da vida em que os homens levam na sociedade. Um saber sobre hábitos, costumes, práticas, tradições , enfim o que necessitamos orientação no nosso dia-a-dia, ou seja é adquirido através de nossas experiências cotidianas. O bom senso segundo Descartes, é a “capacidade de bem julgare de distinguir o verdadeiro do falso que é propriamente o que denominamos bom senso ou razão, é naturalmente igual em todos os homens.
c) bom senso e filosofia; O bom senso é usado na argumentação estritamente ligado ás noções de sabedoria e de razoabilidade, podendo ser definido como uma forma de “filosofar “ espontânea do homem de fazer bons julgamentos e escolhas. Chamada também de“filosofia da vida”. Já a filosofia é pensamento, indagação, é intrigar-se, colocar-se no lugar do outro. Não é a posse da verdade, mas sim a busca dela. É uma atividade de questionar o real e as evidências.

3- Como se distingue o Filósofo do individuo não especialista, capaz de desenvolver uma ´´filosofia de vida ´´? Mais do que ordem didática a apropriação do filosofar é uma questão de ordemfilosófica e assim deve ser tratado. Isto quer dizer que estamos fazendo filosofia antes mesmo de ter aprendido a filosofar.
4- Explique o significado da frase de Kant: “(...) não é possível aprender qual quer filosofia (...) só é possível aprender a filosofar´´. Explica que é preciso exercitar o talento da razão, fazendo a seguir os seus princípios universais em certas tentativasfilosóficas, já existentes, mas sempre reservando à razão o direito de investigar aqueles princípios até mesmo em suas fontes, confirmando-os ou rejeitando-os.
5- O que significa dizer, com Vernant, que ´´a filosofia é filha da cidade´´? Com o crescimento das cidades Atenienses e nascimento da filosofia, por sua ênfase nas discussões antropológicas e em torno da realidade política ateniense.
6-Justifique a importância da filosofia. Por que ela é tão desvalorizada nos tempos atuais? Por desenvolver no homem a capacidade de pensar, refletir, questionar e agir. Na educação é importante pois estuda o pensamento e todas as crianças devem aprender desde o início a pensar, criticar e participar. Infelizmente ainda é muito desvalorizada porque para o poder é mais conveniente que o povo sejaalienado, isto é, não tenha interesse em participar, criticar e tentar mudar as coisas.
7- Qual a importância da filosofia para a pedagogia? Permitir ampliação dos conhecimentos para compreensão e leitura da realidade, percepção das diferentes correntes do pensamento, favorecendo uma ação pedagógica com contextualizada.
8- Explique a frase de Merleau-Ponty: “A verdadeira filosofia é...
tracking img