Coeficiente de participação agua/oleo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1755 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
COEFICIENTE DE PARTIÇÃO ÓLEO/ÁGUA

COEFICIENTE DE PARTIÇÃO ÓLEO/ÁGUA
|

Data da realização do Experimento:
19.04.2012

Itajubá

OBJETIVO (S) |

Determinar o coeficiente de partição óleo/água do ácido acetilsalicílico.

INTRODUÇÃO |

Coeficiente de partição é o parâmetro que permite avaliar o grau de solubilidade das substâncias químicas. Dessa maneira está diretamenteligado à solubilização, uma vez que pode ser calculado a partir da extração e separação de líquidos. Algumas técnicas para facilitar a extração e garantir a sua eficiência é fazer uso e manipulação da temperatura, já que, quanto maior a temperatura do solvente maior a solubilidade, outra é a quantidade de solvente e principalmente a repetição da extração que permite que seja extraído o máximode soluto possível. Agitando-se um agente químico em uma mistura de solvente orgânico e água, e estes estando em condições de pH e temperatura controladas, as substâncias polares concentraram-se na fase aquosa e as apolares, na fase orgânica, depois desse procedimento pode-se calcular o coeficiente de partição. Esse coeficiente é definido como a razão entre as concentrações de umasubstância química, quando dissolvida em um sistema que possui fase orgânica e uma aquosa. Esta relação pode ser expressa pela equação:
P = [orgânica]/[aquosa]
Onde: P= coeficiente de partição do composto analisado. [orgânica]= concentração do composto na fase orgânica nas condições de equilíbrio.[aquosa]= concentração da substância na fase aquosa nas condições de equilíbrio. Existem inúmeros métodos de instrumentação para ajudar na determinação do coeficiente de partição, sendo alguns deles: método de "shake-flask" que se fundamenta na dissolução de um composto químico em sistema bifásico formado por um solvente polar e um solvente apolar, cromatografia em camada delgada,cromatografia líquida de alta eficiência. Atualmente o coeficiente de partição é um dos parâmetros físico-químicos mais utilizados em estudos de QSAR (modelos utilizados principalmente na engenharia, para se estabelecer uma relação entre estrutura química e funções biológicas), onde sua determinação é necessária. Um bom exemplo entre essas diferenças de solubilidade que pode gerar ocoeficiente de partição ocorre entre o ácido acetilsalicílico e o éter etílico. Os dois são imicíveis, ou seja, não se misturam.
O éter etílico pode ser representado na sua forma estrutural como:

CH3CH2-O-CH2CH3

Ele é um liquido volátil e altamente inflamável. Antigamente era utilizado inicialmente como analgésico, porém foi abandonado pelo risco de explosão e depedência.

E o ácidoacetilsalicílico:

É um anti-inflamatório não esteroide, que pode ser utilizado não só como anti-inflamatório, mas também antipirético, analgésico. Em estado puro, ele é um pó de cristalino branco, pouco solúvel na água, facilmente solúvel no álcool e éter. Além disso, ele é a base da aspirina.


PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL |

Materiais utilizados:

* 20,0 mL de solução de ácidoacetilsalicílico (0,5 g/100,0 mL);
* 20,0 mL de éter etílico;
* Solução padronizada de hidróxido de sódio (0,05 mol/L);
* 10,0 mL de água destilada;
* Seis gotas de fenolftaleína;
* Funil de separação;
* Bureta de 50 mL/
* Erlenmeyer de 250 mL;

Procedimento:

Em um funil de separação, adicionou-se 20,0 mL de solução de ácido acetilsalicílico e 20,0 mL de éteretílico. Obtendo separação de fases, decantou-se os reagentes em diferentes erlenmeyers, sendo adicionado 5,0 mL de água destilada e três gotas de fenolftaleína em cada erlenmeyer.
Colocou-se 50,0 mL de solução padronizada de hidróxido de sódio em uma bureta de 50,0 mL. Em seguida, pôs-se a barra magnética em um dos erlenmeyers e iniciou-se a agitação. Gotejou-se lentamente o hidróxido de sódio na...
tracking img