Clostridium

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1186 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal de Goiás
Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos
Disciplina de Microbiologia de Alimentos

Relatório 04

CONTAGEM DE CLOSTRIDIUM SULFITO REDUTORES E DE CLOSTRIDIUM PERFRIGENS

Orientadora: Prof. Magno Júnior

Aluna: Matrícula:
Luana Moreira Ribeiro 103354

Goiânia – Goiás
outubro – 2011
1. IntroduçãoO gênero Clostridium é caracterizado por bactérias gram +, bastonetes esporulados, anaeróbios estritos (encontrados em conservas). Essas bactérias são provenientes do trato intestinal de seres humanos e de animais.
Esse gênero é composto por várias espécies, e cada uma delas é caracterizada por possuir um conjunto de fatores de virulência distinto. Dentre essas espécies, destaca-se o grupo dosClostrídios sulfito-redutores, que se caracteriza por reduzir o sulfito a sulfeto de hidrogênio (H2S) a 46ºC. Sua aplicação na análise de alimentos é oferecer uma indicação simples e rápida da potencial presença de Clostridium perfringens e Clostridium botulinum, duas espécies capazes de causar Doenças Transmitidas por Alimentos. Os clostrídios sulfito redutores são bactérias de morfologia bacilar,capazes de formar esporos e com actividade sulfito redutora.
Dentre os alimentos mais freqüentemente associados à toxinfecções alimentares causadas por esses microrganismos estão os produtos cárneos, incluindo embutidos como salsichas e lingüiças.
A investigação nesses alimentos torna-se de grande importância, uma vez que a formação de esporos por estas bactérias, e sua ubiqüidade, permite suasobrevivência as condições de processamento e, durante o armazenamento, desde que outras condições intrínsecas permitam, pode ocorrer a germinação desses esporos, e multiplicação das células vegetativas, com produção das toxinas, no caso de C. botulinum, ou atingindo a dose infecciosa, no caso de C. perfringens. De acordo com o exposto, o objetivo do trabalho foi avaliar a presença de Clostrídiossulfito-redutores (CSR) em uma amostra de frango envolvendo uma gama de testes confirmativos para Clostridium Perfringens.

2. Objetivo

O objetivo foi estabelecer um procedimento para a contagem de Clostridium sulfito redutores e de Clostridium perfringens em alimentos.

3. Material requerido para análise

- Solução salina Peptonada 0,1%,
- Ágar triptose – sulfito – cicloserina(TSC) – base Ágar Sahid Ferguson Perfringens (SFP) – base;
- Ágar estoque;
- Ágar motilidade - nitrato tamponado;
- Meio Leite com ferro;
- Meio lactose gelatina;
- Caldo Vermelho de fenol - base;
- Solução de rafinose 10%;
- Caldo de carne cozida;
- Meio tioglicolato;
- Alfa naftilamina 0,5%;
- Ácido sulfanílico 0,8%;
- Solução de cicloserina 5%;
- Polimixina B;
- Kanamicina;
- Vasparou óleo mineral ou parafina líquida;
- Gerador de Anaerobiose;
- Reagentes para coloração de gram;

4. Metodologia
a) Preparo de amostras e diluições

Primeiramente pesou-se 25g da amostra de frango, que foi homogeneizada com 225mL de solução salina peptonada 0,1%, em stomacher, por 60s, formando a primeira diluição 10 -¹. A partir desta solução efetuou-se as demais diluições emsolução salina peptonada a 0,1%, formando as diluições 10 -² e 10-³.

b) Meios de cultura

O meio de cultura utilizado foi o Ágar TSC com mais um suplemento para diferenciação.
c) Inoculação

A inoculação feita foi a do tipo pourplate (nesta técnica de, a inoculação do Ágar é feita antes da sua solidificação (no entanto após retirada do meio do autoclave é necessário deixá-lo arrefeceraté 45ºC). Nesta técnica o meio de cultura arrefecido mas ainda liquido é misturado com inóculo de bactérias, posteriormente vertido em caixas de petri e incubado. Assim as colônias podem desenvolver-se portodo o meio.
Adicionou-se 1mL de cada diluição em placas de petri estéreis e, em seguida o Agar TSC (pourplate) mais um suplemento que proporciona a diferenciação e visualização das colônias....
tracking img