Clima

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1131 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A mudança de clima - Final
por Alan N. Ditchfield em 30 de março de 2007

Resumo: A existência de uma conexão cósmica com o clima de Terra ajudaria a explicar variações passadas e presentes no clima de Terra.

© 2007 MidiaSemMascara.org


Henrik Svensmark
Até dias recentes o mecanismo que semeia nuvens na atmosfera era mera hipótese aventada por alguns pesquisadores. Em outubro de 2006 aRoyal Society, de Londres, publicou artigo que descreve prova experimental em nível de laboratório dos processos físicos e químicos que ocorrem quando o fluxo de raios cósmicos age sobre a ionização da camada inferior da troposfera. (Ver: "Experimental Evidence for the role of Ions in Particle Nucleation under Atmospheric Conditions". Henrik Svensmark et al.; Proceedings of the Royal Society A.October 3rd 2006.)
Tais raios são partículas atômicas de alta velocidade que têm origem longínqua em explosões de estrelas na Via Láctea. Era conhecido por observação sistemática que quando raios cósmicos penetram a atmosfera de Terra eles produzem grandes quantidades de íons e liberam elétrons livres. Resultados da experiência divulgada pela Royal Society mostram como os elétrons livres promovema formação de núcleos nos quais o vapor de água condensa para fazer nuvens. Desta forma os processos físicos e químicos pelos quais raios cósmicos induzem a criação de nuvens na atmosfera de Terra foram identificados experimentalmente pela primeira vez. Até a publicação deste artigo não tinha sido divulgada nenhuma evidência experimental que estabelecesse relação de causa e efeito entre raioscósmicos e a formação de nuvens.
O ponto de partida desta descoberta ocorreu em 1996, quando os cientistas Henrik Svensmark e Eigil Friis-Christensen propuseram uma hipótese de variações de clima que não atraiu atenção por ser inovadora e estar em forma incompleta. A hipótese sustentava que raios cósmicos influenciam o clima da Terra pelo seu efeito na formação de nuvens. Ou em outras palavras, aradiação emitida por estrelas remotas tem um papel essencial sobre a ionização das camadas inferiores da troposfera e formação de nuvens. Tal fenômeno também explicaria muitas das variações do efeito estufa experimentadas pelo mundo no século 20, e também as registradas pela história e designadas como o período morno romano, o medieval, quando existiam vinhedos no norte da Inglaterra e povoadosVikings na Groelândia, e o pequeno período glacial entre o fim da Idade Média e meados do século 18. As variações da atividade de raios cósmicos são conhecidas e bem documentadas, pois estes deixam rastros de carbono 14, o isótopo radioativo que permite a inferência da cronologia das variações.
A hipótese original estava baseada em análise de dados que mostravam forte correlação estatística entre avariação na intensidade de radiação cósmica que penetra a atmosfera e a cobertura de nuvens de baixa altitude. Tal cobertura aumenta quando a intensidade de raios cósmicos cresce e diminui quando a intensidade declina. É sabido que nuvens de baixa altitude têm um efeito resfriador sobre a superfície da Terra e conseqüentemente, variações na cobertura de nuvens causadas por raios cósmicos poderiammudar o clima. A existência de tal conexão cósmica com o clima de Terra ajudaria a explicar variações passadas e presentes no clima de Terra. Ao longo do Século 20, o campo magnético do Sol, que escuda a Terra de raios cósmicos, mais do que dobrou, o que reduziu o fluxo de raios cósmicos. A redução em nebulosidade resultante, especialmente de nuvens de baixa altitude, teria sido um fatorsignificativo no comportamento do efeito estufa visto pela Terra ao longo do último século.
Investigação adicional confirmou o vínculo de tais variações de nebulosidade, maior com os raios cósmicos do que com outros fenômenos tais como manchas solares ou emissão de luz visível. O exame de dados de satélites constatou que nuvens a altitudes elevadas e médias são pouco afetadas por raios cósmicos, mas que...
tracking img