Clc ng1 - dr1

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1020 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
|[pic] | |CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS |
|ANO LETIVO DE 2011/2012 | | |
| | |NÍVEL SECUNDÁRIO / S4|
| | | |
| | |CERTIFICAÇÃO ESCOLAR REGIME PÓS-LABORAL |
|| |Portaria nº 80/2008, de 27 de Junho |
|Área Competências - Chave: |Núcleo Gerador: |Domínio Referência: |Data: |
|CLC |1 (um) |DR 1 ||
| |
|FORMANDO: _______________________________________________ N.º:________ (DOCUMENTO Nº: … …….) |


Pergunta Aglutinadora:

Conhece, no seu ambientedoméstico, equipamentos e sistemas técnicos? Compreende a sua multiplicidade de funções e usa-os no seu quotidiano privado?

Guião para a Resposta/Atividade: ________________________________________

1. O que é que há hoje que não havia no meu tempo?

Quando era adolescente, já havia cartões multibanco? Se ainda é uma pessoa muito nova pense no tempo em que os seus pais tinham a sua idade.Converse com eles e vai espantar-se com a facilidade com que incorporamos as coisas na nossa vida! De repente parece que estiveram sempre ao pé de nós, mas o certo é que há muito pouco tempo ainda não existiam. Tem a certeza de que todas as televisões nasceram com um comando à distância?
Comece por fazer um levantamento dos EST (Equipamentos e Sistemas Técnicos) que há hoje e não havia no seu tempo…ou no tempo dos seus pais. Depois, para que tudo faça sentido, registe as alterações que esses novos equipamentos trouxeram à vida das pessoas e, por fim, diga-nos se foram tudo rosas, pois queremos saber as vantagens e as desvantagens.

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________

2. Parecenão haver muitas dúvidas de que os EST mudam o perfil das nossas relações domésticas e familiares. A forma como comunicamos uns com os outros tem sido das mais afetadas. O que lhe pedimos é um trabalho que pode ser agradável, mas exigente.

2.1) Ora repare: imagine que, no seu mundo familiar, precisa de escrever uma carta a alguém das suas relações. Faça-o. Depois avance uns anitos no tempo enos recursos e redija o mesmo texto mas com o intuito de o enviar por correio eletrónico. Por fim, sirva-se de um dos mais pequenos equipamentos dos dias de hoje - o telemóvel - e verta a sua missiva para uma mensagem sms… (lindo!)

- Informação Útil
Redigir uma carta familiar.
Uma carta familiar é redigida em tom coloquial. Não tem cuidados formais no tratamento do destinatário porque setrata de alguém que é conhecido e próximo do remetente. A abertura começa com o registo do local e data de escrita e com uma saudação. No desenvolvimento, as primeiras linhas destinam-se, normalmente, a averiguar do estado de saúde do familiar ou amigo em questão e respetiva família. Depois vem a parte mais importante da missiva onde se escrevem os assuntos principais que levaram à redação da carta....
tracking img