Citocinas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1735 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Citocinas, quimiocinas, moléculas de adesão e inflamação.

Inflamação: Reação do organismo à agressão por uma agente infeccioso, por desafio com o antígeno, ou mesmo por uma lesão física.

Funções da inflamação:
* Fornecer células ao local de infecção, levando à morte dos microrganismo
* Barreira Física, formação de coagulação microvascular. Previne a propagação do microrganismo* Reparo Tecidual (não relacionado ao Sistema Imune)

Pontos cardinais da inflamação:
* RUBOR (vermelhidão devido a dilatação dos vasos)
* DOR (devido ao aumento da pressão exercido pelo acúmulo de fluído intersticial e devido a mediadores químicos)
* CALOR (devido ao aumento do fluxo sangüíneo)
* TUMOR (devido ao acúmulo extravascular de fluído)
* PERDA DA FUNÇÃOReceptores inatos, principalmente do tipo Toll, reconhecem o antígeno e iniciam a resposta inflamatória.

Mediadores inflamatórios: PAF( fator ativador de plaquetas)

Aumento do diâmetro vascular aumento do fluxo de sangue no local (vasodilatação), causando CALOR E RUBOR

Aumento da permeabilidade vascular saída de fluidos e proteínas do sangue para o tecido causando EDEMA E DORCoagulação em microvasos Bloqueio da difusão do patógeno pelo sangue

Componentes da resposta inflamatória


As citocinas são pequenas proteínas liberadas por varias células do organismo, em resposta a um estímulo ativador, e induzem resposta por meio da ligação a receptores específicos.
As citocinas podem atuar de forma autócrina ( afetando o comportamento das células que liberam ascitocinas, parácrina (afetando o comportamento de células adjacentes), ou endócrina ( afetando o comportamento de células distantes através da circulação).
.

As citocinas secretadas pelos macrófagos, em resposta aos patógenos, são um grupo de moléculas estruturalmente diversas que incluem a interleucina-1β (IL-1 β), IL-6, IL-12 e TNF-α. Existem duas principais famílias estruturais decitocinas: a família das hematopoietinas (IL-6) e a família do TNF (TNF- α).
O reconhecimento de diversas classes de patógenos por fagócitos e células dendríticas podem envolver a sinalização através de vários receptores, como os do tipo Toll, e resultarem em algumas variações na indução de citocinas. Esse é o caminho pelo qual uma resposta apropriada pode ser seletivamente ativada com a liberação decitocinas para a próxima fase da defesa do hospedeiro.

Quimiocinas
Entre as citocinas liberadas no tecido infectado nas fases iniciais da infecção, estão os membros da família das citocinas quimioatraentes conhecidas como quimiocinas, responsáveis por induzirem quimiotaxia direta nas células responsivas da vizinhança. Todas as quimiocinas estão relacionadas em suas sequencias de aminoácidos,e seus receptores são todos proteínas integrais de membrana, contendo 7 hélices transmembrânicas, que sinalizam através de um par de proteínas G.
As quimiocinas atuam principalmente como quimioatraentes para leucócitos, recrutando monócitos, neutrófilos e outras células efetoras do sangue para os locais da infecção. Elas podem ser liberadas por diferentes tipos celulares e servem para guiar ascélulas envolvidas na imunidade inata aos locais de infecção.
Os membros da família das quimiocinas pertencem a dois grupos: CC, com duas cisteínas adjacentes próximas a porção aminoterminal, e as quimiocinas CXC, nas quais dois resíduos de cisteínas equivalentes estão separados por um aminoácido qualquer. Os dois grupos de quimiocinas atuam em diferentes tipos de receptores, que são expressos emdiferentes tipos celulares, os quais são consequentemente atraídos por diferentes tipos de quimiocinas. Quimiocinas CXC dirigem os linfócitos ao seu destino apropriado nas áreas das células B do baço, linfócitos e intestino. As quimiocinas CC promovem a migração de monócitos, linfócitos e outros tipos celulares.
O papel das quimiocinas, como CXCL8 e CCL2, no recrutamento celular é duplo....
tracking img