Cistite - Conceito e Cuidados de Enfermagem

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA
CATARINA - DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE SAÚDE E SERVIÇOS - CAMPUS
FLORIANÓPOLIS CURSO TÉCNICO EM ENFERMAGEM
SIRLEI CORREIA

CISTITE:CONCEITO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM



FLORIANÓPOLIS
2013

1 INTRODUÇÃO
È de extrema importância que o sistema renal e urinário esteja protegido
contra certos microorganismos para manter suafunção adequada. A cistite é uma
das infecções do trato urinário (ITU) muito frequente desde a infância até a fase
adulta e atinge principalmente as mulheres. Essa susceptibilidade dar-se pelo fato
dasmulheres terem a uretra mais curta, assim as bactérias percorrem um caminho
menor até infectar a bexiga e outras partes do trato urinário. Outras situações

importantes como a higienizaçãoincorreta, relações sexuais, má formação do
aparelho urinário e cálculos urinários podem favorecer o desenvolvimento da
infecção.
As infecções urinárias são frequentes também nas internações hospitalares enormalmente estão associadas à instrumentação do trato urinário. Durante o período
de internação são utilizados vários recursos de terapêutica e procedimentos que
podem ocasionar quebra dosmecanismos de defesa do organismo favorecendo
infecções
Até 20% das mulheres tiveram ou ainda terão uma ITU na vida e 80% dessas
mulheres provavelmente terão uma nova infecção em menos de um ano. Oshomens
também podem apresentar ITU, mas geralmente elas estão relacionadas à obstrução
causada por uma próstata aumentada.

2 REVISÃO DE LITERATURA
Toda infecção ou inflamação na bexiga é denominadacistite. Na maioria dos
casos, a doença é infecciosa e causada pelas bactérias chamada Escherichia coli e
Staphylococcus saprophyticus que habitualmente vive no intestino e é importante
para adigestão dos alimentos.
Em geral, os sinais mais comuns do problema são: aumento da frequência
das micções (como é denominado o ato de urinar), vontade urgente de urinar, dor na
bexiga, ardência,...
tracking img