Cinesiologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1686 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
OS EXTENSORES DE TRONCO E ESTABILIDADE DA COLUNA

INTRODUÇÃO

Enquanto os músculos abdominais recebem a maior parte da atenção pela sua função protetora na parte inferior das costas, são os extensores que talvez tenham uma importância ainda maior. A diminuição da resistência dos extensores de tronco tem mostrado correlação com o problema na coluna lombar. Treinamento com exercícios paraextensores de tronco, é, portanto, uma prevenção importante para indivíduos com ou sem dor na coluna lombar. Como muitos pacientes ficam apreensivos em relação aos exercícios para a lombar, é essencial utilizar exercícios que solicitam suficientemente os músculos extensores de tronco, sem causar estresse demasiado nas estruturas osteoligamentares. Este artigo irá discutir racionalmente as indicações emétodos para o treinamento dos músculos extensores de tronco.

DISCUSSÃO

A dor nas costas e a resistência dos músculos extensores de tronco

O suporte e estabilidade da coluna lombar vêm dos músculos. Alguns deles em particular têm se mostrado estabilizadores da lombar em várias situações. Os rotadores e intertransversais têm se mostrado resistentes aos movimentos de rotação. Os componentesdas partes torácicas de ambos iliocostal lombar e dorsal longo (longuíssimo do tórax) podem produzir uma grande quantidade de movimentos extensores com o mínimo de penalidades para a coluna. O multífido cria um torque nos extensores, mas somente nas articulações individuais. Surpreendentemente, o único músculo que é altamente ativo durante a flexão, extensão e inclinação lateral é o quadradolombar. Sua arquitetura é idealmente feita para ser um estabilizador desde os conectores de cada processo transverso até a pélvis mais rígida e cavidade da costela, facilitado o reforço bilateral para as vértebras.
Interessantemente, não é a força mas a coordenação entre os músculos agonistas e sinergistas que têm um papel vital em evitar lesões. Sparto et. al afirma que a força na coluna aumentadurante a fadiga isométrica por esforço dos extensores de tronco sem a perda de produção de torque. A produção de torque se mantém constante por causa da substituição da fadiga da coluna pelos extensores secundários, assim como os músculos oblíquos internos e o latíssimo do dorso (grande dorsal) ocorrem.
Um controle motor anormal tem sido relacionado com problemas na lombar. Um controleinsuficiente do Axis na rotação de tronco durante os movimentos no plano sagital, a ativação assimétrica dos músculos durante a extensão de tronco, a redução da atividade do transverso do abdome, a baixa resistência dos extensores e a atrofia do multífido têm todos sidos relacionados com problemas na coluna lombar.
Tem sido mostrado que a perda do controle de centro de rotação da coluna durante osmovimentos resistentes do tronco no plano sagital ocorre em pacientes com dores lombares e não nos normais. O aumento na rotação e nos movimentos laterais ocorrem concomitantemente com uma diminuição dos movimentos sagitais.
A falta de coordenação também tem se manifestado mais nos indivíduos com dores lombares do que nos normais. Atividade muscular assimétrica durante extensão de tronco isocinética(velocidade constante) resistida não reduz a produção de torque, mas foi anormal. Pacientes com dor lombar tem se mostrado possuírem uma sobrecarga dos músculos dorsais durante a oscilação na forma de andar (fase postural individual), e uma diminuição do pico de atividade do músculo agonista durante a fase postural dupla (?) (ambos pés simultaneamente no solo) quando comparado com indivíduos que nãopossuem dor lombar.
A diminuição da resistência dos extensores de tronco não tem se mostrado relacionado apenas com dores, mas a previsão de ocorrências futuras nos indivíduos. Esta evidência é extremamente forte porque é uma prospectiva. Biederman relatou grande fadiga no multífido do que nas outras partes da coluna em pacientes com dor lombar crônica x pacientes normais. Observou-se também uma...
tracking img