Cinesiologia - complexo do ombro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6254 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Aspectos anátomo-funcionais: articulações envolvidas, sistema de ligamentos, aspectos importantes para função:
O ombro, articulação proximal do membro superior, é a mais móvel de todas as articulações do corpo humano. Apresenta três graus de liberdade, que permitem orientar o membro superior em relação aos três planos e eixos no espaço (articulação triaxial).

• Ossos: Os ossos quecompõem a cintura escapular são:

- Esterno
- Clavícula
- Escápula
- Úmero

• Articulações: O ombro possui cinco articulações, as quais formam o complexo articular do ombro cujos movimentos são definidos ao nível do membro superior. As articulações estão divididas em dois grupos:

1) Articulações verdadeiras:
A) Articulação glenoumeral.
B) Articulaçãoesternocostoclavicular.
C) Articulação acrômioclavicular.
2) Articulações funcionais.
D) Articulação escápulo-torácica.
E) Articulação subdeltóidea.
A) Articulação glenoumeral: Articulação verdadeira no sentido anatômico.
B)Articulação esternocostoclavicular: Localizada na extremidade medial da clavícula.
C) Articulação acrômioclavicular: Localizada naextremidade lateral da clavícula.
D) Articulação escápulo-torácica: se trata de uma articulação no sentido fisiológico e não anatômico, ou seja, não possui as características usuais das articulações, que é a união por tecidos fibrosos, cartilagíneos ou sinoviais. É constituída pela articulação da escápula com o tórax abaixo dela. É a articulação mais importante do grupo, entretanto, nãoconsegue atuar sem as duas outras (esternoclavicular e acrômioclavicular) que estão mecanicamente relacionadas a ela.
E) Articulação subdeltóidea: esta não é uma articulação no sentido anatômico; entretanto, é uma articulação no sentido fisiológico, porque apresenta duas superfícies deslizantes uma em relação a outra. A articulação subdeltóidea é mecanicamente relacionada à articulaçãoglenoumeral: todo movimento na articulação glenoumeral causa um movimento na articulação subdeltóidea.
• Ligamentos:
O aparelho cápsulo-ligamentar do ombro é frouxo o suficiente para permitir sua grande mobilidade. Entretanto, não é suficiente para, sozinho, garantir sua coaptação. São eles:
- glenoumerais (superior, médio, inferior);
- transversoumeral;
- coracoumeral;
-coracoacromial;
- coraco-clavicular;
- transverso;
- tendão intra articular do bíceps braquial.

Possibilidades de movimentos

• Flexão-extensão:
Os movimentos de flexão-extensão são executados no plano sagital, ao redor de um eixo transversal:
- Extensão: movimento de pequena amplitude (45 a 50º)
- Flexão: movimento de grande amplitude (180º).

• Adução- Abdução:Os movimentos de adução ocorrem no plano frontal, mas são mecanicamente impossíveis devido a presença do tronco. Entretanto a adução é possível quando combinada a:
- Uma extensão:adução muito limitada;
- Uma flexão: adução atinge 30º a 40º.
A partir de qualquer posição de abdução, a adução, denominada “adução relativa”, sempre é possível, no plano frontal até a posição anatômica.A abdução, movimento que afasta o membro superior do tronco, é realizada no plano frontal ao redor de um eixo ântero-posterior. A amplitude da abdução atinge 180º: o braço está na vertical acima do tronco.

Observações:
- A partir de 90º, a abdução aproxima o membro superior da linha mediana do corpo, e torna-se “uma adução”.
- A posição final de abdução em 180º também pode seratingida por um movimento de flexão de 180º.

Do ponto de vista das ações musculares e do trabalho articular, a abdução, a partir da posição anatômica, passa por três estágios:
- Abdução de 0º a 60º: efetuada apenas na articulação do ombro (glenoumeral).
- Abdução de 60º a 120º: exige a participação da articulação escápulo-torácica.
- Abdução de 120º a 180º: utiliza além da...
tracking img