Cimento e gesso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2072 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
Um aglomerante é um material que tem a finalidade a aglutinação de outros materiais (na maioria das vezes agregados), influenciando desta forma a resistência do material resultante. A indústria da Construção Civil dispõe de três aglomerantes inorgânicos, o cimento, a cal e o gesso, cada um com finalidades bem definidas, qualificadas pelas suas propriedades particulares. Emcontato com a água, o aglomerante geralmente reage virando uma pasta, sendo esta responsável pela ligação dos agregados. São divididos em 3 tipos: Poliméricos, Aéreos e Hidráulicos.
Na construção civil é inevitável o uso de aglomerantes nos diversos tipos de obras. Para este trabalho de materiais de construção foi escolhido para se trabalhar o Cimento Portland e o Gesso.
HISTÓRIAJoseph Aspdin queimou conjuntamente pedras calcárias e argila, transformando-as num pó fino. Percebeu que obtinha uma mistura que, após secar, tornava-se tão dura quanto as pedras empregadas nas construções. A mistura não se dissolvia em água e foi patenteada pelo construtor no mesmo ano, com o nome de cimento Portland
DEFINIÇÃO
O cimento pode ser definido como um pó fino, compropriedades aglomerantes, aglutinantes ou ligantes, que endurece sob a ação de água. Com a adição de água, se torna uma pasta homogênea, capaz de endurecer e conservar sua estrutura, mesmo em contato novamente com a água.
o concreto é o segundo material mais consumido pela humanidade, superado apenas pela água.

2.64 CP – RS

Os cimentos portland resistentes aos sulfatos são aqueles - como opróprio nome diz - que têm a propriedade de oferecer resistência aos meios agressivos sulfatados, tais como os encontrados nas redes de esgotos de águas servidas ou industriais, na água do mar e em alguns tipos de solos. De acordo coma norma NBR 5737, quaisquer um dos cinco tipos básicos (CP I, CP II, CP III, CP IV e CP V-ARI) podem ser considerados resistentes aos sulfatos, desde que obedeçam apelo menos uma das seguintes condições:
• teor de aluminato tricálcico (C3A) do clinquer e teor de adições carbonáticas de, no máximo, 8% e 5% em massa, respectivamente.
• cimentos do tipo alto-forno que contiverem entre 60% e 70% de escória granulada de alto-forno, em massa.
• cimentos do tipo pozolânico que contiverem entre 25% e 40% de material pozolânico, em massa.
• cimento que tiveremantecedentes de resultados de ensaios de longa duração ou de obras que comprovem resistência aos sulfatos.
No primeiro e no último caso o cimento deve atender ainda a uma das normas NBR 5732, 5733, 5735, 5736 e 11578. Se o cimento original for o portland de alta resistência inicial (NBR 5733), admite-se a adição de escória granulada de alto-forno ou materiais pozolânicos, para os finsespecíficos da NBR 5737.


2.65 CP DE BAIXO CALOR DE HIDRATAÇÃO

O aumento da temperatura no interior de grandes massas de concreto devido ao calor desenvolvido durante a hidratação do cimento pode levar ao aparecimento de fissuras de origem térmica, que podem ser evitadas se forem usados cimentos com taxas lentas de evolução de calor, os chamados cimentos portland de baixo calor dehidratação.
Os cimentos portland de baixo calor de hidratação, de acordo com a NBR 13116, são aqueles que despendem até 260 J/g e até 300 J/g aos 3 dias e 7 dias de hidratação respectivamente, e podem ser qualquer um dos tipos básicos. O ensaio é executado de acordo com a norma NBR 12006 - Determinação do Calor de Hidratação pelo Método da Garrafa de Langavant.



2.66 CPB – CIMENTO PORTLANDBRANCO

O cimento portland branco é um tipo de cimento que se diferencia dos demais pela coloração. A cor branca é conseguida a partir de matérias-primas com baixo teores de óxido de ferro e manganês e por condições especiais durante a fabricação, especialmente com relação ao resfriamento e à moagem do produto.
No Brasil o cimento portland branco é regulamentado pela Norma NBR...
tracking img