Cimento concreto e aragamassa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1156 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ENGENHARIA CIVIL

PROPRIEDADES PERIÓDICAS

VITOR PAZOS, DIOGO COSTA , BRENO BARBOSA, TASSO FILHO

SALVADOR, BAHIA, BRASIL
2012

RELATÓRIO DE QUÍMICA

Por

Vitor Pazos, Diogo Costa, Breno Barbosa, Tasso Filho

Relatório referente à prática 4, curso Engenharia Civil, disciplina Química Tecnológica, 1º Semestre, professora Viviana Rocha.

Salvador, Bahia, Brasil
2012

1.0:TÍTULO
estudo das Propriedades Periódicas com base nos experimentos feitos em laboratório.

2.0: FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Com base no modelo atômico de Bohr, a distribuição de elétrons nas distintas camadas eletrônicas se relaciona com as propriedades periódicas. Neste trabalho, daremos enfoque à demonstração desse conceito através de experimentos práticos.
Observando osexperimentos, podemos relaciona-lo com o efeito de blindagem e carga nuclear efetiva, associamos esse efeito com a carga positiva do núcleo e a carga negativa dos elétrons, desse modo, cargas opostas se atraem. Como existem diversas camadas eletrônicas, os elétrons localizados nas mais distantes não sofrem muito a influência do carga positiva do núcleo, enquanto os elétrons mais próximos do núcleo sãobastante afetados e também funcionam como ‘’proteção’’
À medida que o numero atômico aumenta, os elementos podem assumir valores crescentes ou decrescentes em cada período, ou seja, podemos concluir que os elementos se organizam de acordo com suas propriedades periódicas. Conhecemos como propriedades periódicas o Raio atômico, Energia de ionização, Afinidade eletrônica e aEletronegatividade.
O raio atômico se define como distância do núcleo de um átomo à sua eletrosfera na camada mais externa. Quanto maior for o numero atômico menor será seu raio atômico.
Podemos definir potencial de ionização como energia necessária para retirar um elétron de um átomo neutro, em estado fundamental ou gasoso.
A afinidade eletrônica mede a energia liberada quando umátomo em estado fundamental ou gasoso recebe um elétron, e também a energia necessária para que um elétron seja retirado de um ânion.
Não é possível calcular a eletronegatividade de um átomo em concreto, pois a eletronegatividade se define como a tendência que um átomo possui em receber elétrons em uma ligação química, enquanto a eletropositividade é a tendência em perder elétrons, observandoque os metais possuem maior eletropositividade.

3.0 : OBJETIVO
O principal objetivo do experimento é, utilizando certos elementos, indicar se possuem propriedades oxidantes e redutoras e também informar a tendência ácida ou básica, utilizando para isso, o período da tabela periódica.

4.0: PARTE EXPERIMENTAL
Dividiremos esse ponto do trabalho em três partes explicativas, para melhorcompreensão do assunto.
4.1: Materiais utilizados nos experimentos
- Cápsula de porcelana
- Pinça metálica
- espátula
- tubo de ensaio
- lixa
- papel filtro
4.2: Reagentes utilizados
Parte I
a) Sódio – 10 mL de água destilada, fenolftaleína e pedaço de sódio metálico.
b) Magnésio – 2 mL de água destilada, fenolftaleína e pedaço de fita de magnésioc) Alumínio – 2 mL de água destilada, fenolftaleína e pedaço de alumínio.
Parte II
a) Obtenção do bromo – 2 mL de NaBr 0,1 mol/L, 1mL de solvente orgânico (hexano) e água de cloro
b) Obtenção do iodo – 2 mL de NaI 0,1 mol/L, 1mL de solvente orgânico (hexano) e água de cloro

4.3: Procedimento experimental

Parte I: propriedades redutora dos metais
a) SódioCÁPSULA DE PORCELANA
10 mL de água destilada
3 gotas de fenolftaleína
RETIRAR UM PEQUENO PEDAÇO DE SÓDIO METÁLICO E COLOCÁ-LO SOBRE O PAPEL DE FILTRO

CORTAR UM PEQUENO FRAGMENTO DE SÓDIO METÁLICO E...
tracking img