Ciencias humanas e exatas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 81 (20144 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CI ÊNCIAS HUMANAS

E SUAS

T ECNOLOGIAS
B / D

1

E
Movimento dos Caras-Pintadas

2

O brasileiro tem noção clara dos comportamentos éticos e morais adequados, mas vive sob o espectro da corrupção, revela pesquisa. Se o país fosse resultado dos padrões morais que as pessoas dizem aprovar, pareceria mais com a Escandinávia do que com o Bruzundanga (corrompida nação fictícia de LimaBarreto).
FRAGA, P. Ninguém é inocente. Folha de S. Paulo, 4 out. 2009 (adaptado). O distanciamento entre “reconhecer” e “cumprir” efetivamente o que é moral constituiu uma ambiguidade inerente ao humano, porque as normas morais são a) decorrentes da vontade divina e, por esse motivo, utópicas. b) parâmetros idealizados, cujo cumprimento é destituído de obrigação. c) amplas e vão além dacapacidade de o indivíduo conseguir cumpri-las integralmente. d) criadas pelo homem, que concede a si mesmo a lei à qual deve se submeter. e) cumpridas por aqueles que se dedicavam inteiramente a observar as normais jurídicas.

Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br Acesso em: 17 abr. 2010 (adaptado).

Resolução

O movimento representado na imagem, do início dos anos de 1990, arrebatou milharesde jovens no Brasil. Nesse contexto, a juventude, movida por um forte sentimento cívico, a) aliou-se aos partidos de oposição e organizou a campanha Diretas Já. b) manifestou-se contra a corrupção e pressionou pela aprovação da Lei da Ficha Limpa. c) engajou-se nos protestos relâmpago e utilizou a internet para agendar suas manifestações. d) espelhou-se no movimento estudantil de 1968 eprotagonizou ações revolucionárias armadas. e) tornou-se porta-voz da sociedade e influenciou no processo de impeachment do então presidente Collor.
Resolução

O texto publicado na Folha de S. Paulo intitula-se “Ninguém é inocente” e se refere à ambiguidade inerente à moralidade, indicando o evidente distanciamento entre “reconhecer” e “cumprir” a norma moral. Como a norma moral se insere na esfera daidealização e, não sendo lei – aí está a ambiguidade –, o seu cumprimento não é obrigatório, a alternativa b seria aceitável, especialmente se, em vez de “obrigação” (pois há a obrigação moral), se referisse a “obrigatoriedade”. A alternativa d também pode ser dada como correta, pois as normas morais são efetivamente criadas pelos homens e as leis são materializações de normas e valores éticosaceitos pelo consenso. Essa alternativa, porém, peca pela mesma imprecisão no que se refere à obrigatoriadade da injunção moral, pois não é claro se a expressão “deve se submeter” se refere à “lei” moral ou à lei propriamente dita.

O movimento dos ‘caras-pintadas’, representado na imagem, demonstra a inserção da juventude urbana na vida política brasileira da época, reivindicando uma ação efetivadas autoridades diante das denúncias de corrupção no governo Collor.

3

E

No mundo árabe, países governados há décadas por regimes políticos centralizadores contabilizam metade da população com menos de 30 anos; desses, 56%, têm acesso à internet. Sentindo-se sem perspectivas de futuro

OBJETIVO

1

ENEM – Outubro/2011

e diante da estagnação da economia, esses jovens incubam vírussedentos por modernidade e democracia. Em meados de dezembro, um tunisiano de 26 anos, vendedor de frutas, põe fogo no próprio corpo em protesto por trabalho, justiça e liberdade. Uma série de manifestações eclode na Tunísia e, como uma epidemia, o vírus libertário começa a se espalhar pelos países vizinhos, derrubando em seguida o presidente do Egito, Hosni Mubarak. Sites e redes sociais – como oFacebook e o Twitter – ajudaram a mobilizar manifestantes do norte da África a ilhas do Golfo Pérsico.
SEqUEiRA, C. D.; ViLLAMéA, L. A epidemia da Liberdade. Istoé Internacional. 2 mar. 2011 (adaptado).

Considerando os movimentos políticos mencionados no texto, o acesso à internet permitiu aos jovens árabes a) reforçar a atuação dos regimes políticos existentes. b) tomar conhecimento dos...
tracking img