Ciencias contabeis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (263 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Adoção (AO 1945: adopção), no Direito Civil, é o ato jurídico no qual um indivíduo é permanentemente assumido como filho por uma pessoa ou por um casal que não são ospais biológicos do adotado. Quando isto acontece, as responsabilidades e os direitos (como o pátrio poder) dos pais biológicos em relação ao adotado são transferidosintegral ou parcialmente para os adotantes. Psicológicamente, é o processo de atribuir o lugar de filho a uma criança/adolescente que não descende da mesma história que ocasal, é a possibilidade de integrar à dinâmica familiar uma pessoa que é proveniente de uma outra história de vida. É necessário muito investimento afetivo e grandecapacidade de acolhimento.
Na grande maioria dos países, o filho adotado possui os mesmos direitos de um filho biológico. No Brasil não há possibilidade de adoção restrita: umavez que a criança ou adolescente foi adotado, ela tem os mesmos direitos que um filho biológico.[1]
-------------------------------------------------
Motivação
Aspessoas adotam uma criança ou jovem por numerosos motivos:[3]
* Impossibilidade de ter filhos biológicos
* Cimentar os laços com o cônjuge, no caso de adoção de filhosda esposa ou marido com um cônjuge anterior
* Auxiliar uma ou mais crianças em dificuldades
* Fomentar a integração racial, no caso de adoção inter-racial
*Satisfação do desejo de ser pai/mãe
* morte de um filho
* solidão
* companhia para filho único
* possibilidade de escolha do sexo
Durante a avaliaçãopsicológica e social à que o casal é submetido, estes aspectos são profundamente analisados, a fim de observar se o casal possui condições de adotar naquele momento.
tracking img