Ciencias contabeis/ teoria da administração

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5502 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIDERP ANHANGUERA

CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2º PERÍODO

PROFª. MS. FERNANDA LOURENÇO

DESAFIO DE APRENDIZAGEM: TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO

ETAPA Nº 01

INTRODUÇÃO

Na visão de Chiavenatto (2000) a Administração nada mais é do que a condução racional das atividades de uma organização seja ela lucrativa ou não-lucrativa. A Administração trata do planejamento, da organização(estruturação), da direção e do controle de todas as atividades diferenciadas pela divisão de trabalho que ocorram dentro de uma organização a fim de alcançar objetivos. Assim, a Administração é imprescindível para a existência, sobrevivência e sucesso das organizações. Sem ela, as organizações jamais teriam condições de existir e crescer.
A palavra “administração” tem origem do latim que quer dizer: ad –direção para, tendência; minister – comparativo de inferioridade; o sufixo ter -  subordinação ou obediência.

DESENVOLVIMENTO

ANTECEDENTES HISTÓRICOS

A Administração constitui o resultado histórico e integrado da contribuição cumulativa de numerosos precursores, filósofos, físicos, economistas, estadistas e empresários que, no decorrer dos tempos, foram, cada qual em seu campo deatividades, desenvolvendo e divulgando suas obras e teorias. Por isso, a moderna Administração utiliza conceitos e princípios empregados nas Ciências matemáticas (inclusive a Estatística), Ciências Humanas (como a Psicologia, Sociologia, Biologia, Educação), Ciências Físicas (como a Física, Química), como também no Direito, Engenharia etc. Com esse conjunto de ciências afins, a administração confere seucaráter multidisciplinar ou, de forma mais moderna, interdisciplinar, já que essas diferentes disciplinas são integradas em um só contexto.
Como observa Chiavenatto (op.cit.), a história mostra que a maioria dos empreendimentos militares, sociais, políticos, econômicos e religiosos teve uma estrutura orgânica piramidal que retrata uma estrutura hierárquica concentrando no vértice as funções de podere de decisão. A teoria da estrutura hierárquica não é nova. A Bíblia relata os conselhos de Jetro, sogro de Moisés e sacerdote de Midiã, que, notando as dificuldades do genro em atender ao povo e julgar suas lides (trabalho/tarefas) sozinho, o aconselhou a designar homens, dentre o povo, capazes de ajudá-lo a organizar a situação e, então, delegou-lhes responsabilidade e autoridade como se fossemos seus representantes para as causas mais simples, enquanto as mais graves eram levadas à Moisés.
Referências pré-históricas acerca das magníficas construções erigidas durante a Antigüidade no Egito, na Mesopotâmia, na Assíria, testemunharam a existência, em épocas remotas, de dirigentes capazes de planejar e guiar os esforços de milhares de trabalhadores em monumentais obras que perduram aténossos dias. Os papiros egípicios atribuídos à época de
1300 a.C. já indicam a importância da organização e administração da burocracia pública no antigo Egito. Na China, as parábolas de Confúcio sugerem práticas para a boa administração pública.

INFLUÊNCIAS DA ORGANIZAÇÃO NA TEORIA DA ADMINISTRAÇÃO

Influência dos Filósofos

A Administração também recebeu influência da Filosofia desde ostempos da Antigüidade. O filósofo gregoSócrates (470 a.C.-399 a.C.), em sua discussão com Nicomaquides, expõe seu ponto de vista sobre a Administração como uma habilidade pessoal separada do conhecimento técnico e da experiência.Platão (429 a.C.-347 a. C.), filósofo grego, discípulo de Sócrates, analisou os problemas políticos e sociais decorrentes do desenvolvimento social e cultural do povogrego. Em sua obra – A República – expõe a forma democrática de governo e de administração dos negócios públicos.Aristóteles (384 a.C.-322 a.C.), discípulo de Platão, em seu livro – Política – sobre a organização do Estado, distingue as três formas de administração pública: tirania, oligarquia e anarquia.
Francis Bacon (1561-1626), filósofo e estadista inglês e fundador da Lógica
Moderna...
tracking img