Ciencia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4237 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Imagine como seria o mundo sem a tecnologia que dispomos para facilitar a nossa vida e sem as compreensões filosóficas para descrever a nossa vida social e o mundo que habitamos do jeito que ele é. A conclusão é catastrófica, não acha? O mundo sem eletricidade, sem vacinas, sem maquinas industriais e repleto de mitos e superstições de que a Terra é o centro do universo.Nesse trabalho abordaremos o conceito de método cientifico desde a fase inicial até a experimental do surgimento da ciência moderna no século XVI ao século XIX e suas características frente às outras fontes do saber.

Contexto histórico do surgimento
A ciência moderna nasce numa época denominada Renascimento aguçada por pensadores da Antiga Gréciaque defenderam a idéia de um mundo organizado, não na fé e sim na razão.
Um dos primeiros gênios desse período de luzes é Leonardo da Vinci (1452-1519), que evidenciou sua preocupação com a anatomia humana e a necessidade de conhecer as imagens por meio de rigor matemático.
Nesse período os campos da astronomia, da matemática, da física e da medicina tiveram importantes avanços.
Ogrande feito da astronomia foi a convicção da teoria heliocêntrica que se contrapôs a teoria geocêntrica de Ptolomeu. Enquanto os geocêntricos defendiam a idéia de que o Sol girava em torno da Terra, os heliocentristas defendiam a tese de que a Terra girava em torno do Sol. A teoria geocêntrica foi refutada abertamente pela primeira vez por Nicolau de Cusa (1401-1464). Posteriormente, o polonêsNicolau Copérnico (1473-1543) interessou-se pela astronomia e com base em cálculos matemáticos e sugestões de alguns importantes cientistas italianos, concluiu que os planetas giravam em torno do Sol.
Galileu Galilei (1564-1642) um dos mais importantes cientistas italianos comprovou a teoria heliocêntrica de Copérnico. De posse de um telescópio, Galileu descobriu os anéis de Saturno os satélitesde Júpiter e as manchas do Sol. Além disso, Galileu concluiu que a Via Láctea era uma aglomeração de corpos celestes independentes do nosso sistema solar.
Nos estudos da física destacam-se Galileu Galilei e Leonardo da Vinci. O primeiro desenvolveu a lei da queda dos corpos e o segundo desenvolveu pesquisas no campo da hidráulica e da hidrostática.
No campo das ciências relacionadas amedicina destacam-se Mundinus (1270-1326), que introduziu a pratica de dissecação de cadáveres para obter um conhecimento legitimo da anatomia humana. Falópio (1527-1562) descobriu os ouvidutos humanos ou trompas de Falópio. Eustáquio (1520-1574) descobriu a ligação entre o ouvido médio com a garganta e, dentre outros, Miguel Servet (1511-1553) e William Harvey (1578-1657) realizaram trabalhosreferentes a circulação do sangue. Nesse campo Leonardo da Vinci também se destacou e realizou dissecações buscando um maior conhecimento anatômico para aplicar em suas obras de artes. Johann Kepler (1571-1630) aperfeiçoou a teoria de Copérnico ao comprovar que os planetas se movimentavam em torno do Sol. O alquimista e médico suíço Paracelso (1493-1541) escreveu o primeiro manual de cirurgia, focalizouo papel da química na medicina, fez uma discrição clínica da sífilis e descobriu a relação entre o cretinismo dos filhos e o bócio dos pais.
A Enciclopédia das Ciências, Artes e Ofícios foi editada pelo filosofo Danis Diderot, e durante algum tempo pelo matemático Jean d´Alembert. A obra empreendeu um crítica sistemática as concepções cientificas, intelectuais, políticas e sociais vigentesna Europa do século XVIII. Desse modo, forneceu argumentos valiosos aos adversários do Antigo Regime. Uma segunda edição da Enciclopédia revista e ampliada foi publicada entre 1782 e 1832somando 166 volumes.
Immanuel Kant (1724-1804) consolidou as correntes de pensamento empirista (teoria defendida por Locke, segundo a qual a consciência humana depende das experiências praticas) e idealista...
tracking img