Ciencia do ambiente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1789 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
heUniversidade Católica de Brasília

Curso de Biomedicina

Disciplina: Ciências do Ambiente

Professor: Luiz Fernando W. Kitajima



Questionário 2



1)Abaixo há um artigo de agosto de 2007 veiculado pela BBC Brasil.


Ratos desabrigados espalham pânico na China


Em busca de terras secas, roedores devastaram plantações em 20 cidades.


Mais de dois bilhões de ratosinvadiram 20 distritos da província de Hunan, na China, destruindo plantações numa área de 1,6 milhão de hectares - mais de dez vezes o tamanho da cidade de São Paulo.


Os roedores estão fugindo da água desde o mês passado, quando a cheia no rio Yangtze elevou o nível do lago Dongting, alagando as tocas dos roedores que habitavam as redondezas.


Os animais tiveram de deixarseus ninhos em busca de terra seca e agora espalham terror por onde passam.


Apenas no distrito de Dahu, 2,3 milhões de roedores foram exterminados, o que equivale a 90 toneladas de ratos mortos.


"É como tropas inimigas que saqueiam em uma guerra. Não nos restou nada", disse Yin Xinjin, de 65 anos, sobre o ataque dos roedores à sua colheita.


A invasão se concentrapróximo às cidades de Yueyang e Yiyang, regiões conhecidas pela prosperidade agrícola.


Camponeses lamentam a destruição das plantações. As áreas afetadas são famosas por cheirar a "perfume de arroz e melão doce" na época da colheita, dois alimentos considerados nobres na culinária chinesa.


Para o jornal South China Daily, além das cheias, o desequilíbrio do ecossistema ao redor dolago de Dongting também pode ser uma razão do problema.


"As cobras, consideradas uma iguaria na culinária da região, têm sido caçadas para atender a demanda dos restaurantes. Sem um predador natural, os ratos de Hunan procriaram descontroladamente", diz uma reportagem do jornal chinês.


As autoridades alertam para o alto risco de contágio de doenças como a leptospirose, masaté agora nenhum caso foi registrado.


O governo está distribuindo veneno de rato e enviou equipes para exterminar os roedores e também promove uma campanha de conscientização.


"O foco está na educação dos moradores, para que eles se protejam enquanto matam os ratos e supervisionem as condições de saúde local", disse à imprensa oficial Peng Zaizhi, diretor da divisão decontenção de emergências do Centro de Controle e Prevenção de Doenças da província de Hunan.


As autoridades aconselham os moradores a queimar e enterrar os animais em áreas remotas e ainda oferecem uma "recompensa" de 50 centavos de Yuan por rato morto (R$ 0,12).


Mas quem quiser receber o dinheiro deve mostrar o rabinho do rato como prova.

Com base no texto acima, responda (2 pt)a)Com base na apostila, cite ao menos um impacto ambiental que você reconhece no texto? (0,5)

b) No texto acima, quem pode ser o susceptível e quem pode ser o hospedeiro (ou vetor) em caso de doenças? (1,0)

c)O que é a lepstospirose? Ela é uma doença de veiculação hídrica? (0,5)

2)Por que as bactérias do grupo coliforme são importantes como indicadoras da presença de agentes infecciosos naágua? (2 pt)

4)Cite uma ação de saúde Pública realizada no país ou no DF. (1,0 pt)

5)Defina Saneamento Básico. (1,0 pt)

6)O que define o uso consuntivo e o não consuntivo da água? Cite um exemplo para cada um. (2 pt)

7)A seguir há duas notícias, o primeiro veiculado pelo site Pernambuco.com e o segundo veiculado pelo site do Correio da Bahia, ambos de março de 2008. Responda às perguntascolocadas após os textos (2 pontos)



Pesquisadores discutem causas da salinização


Nos últimos anos, a falta de água nas torneiras levou ao aumento da perfuração de poços artesianos em Pernambuco. Mas a corrida desenfreada pelo que seria a solução de um problema pode ter trazido outros. A má construção do poço e a captação de água acima da capacidade de suporte...
tracking img