Cidade dos meninos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4245 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PROCESSOS DE SEGREGAÇÃO URBANA E CONFLITOS SÓCIO-AMBIENTAIS NA BAIXADA FLUMINENSE: O CASO DA
CIDADE DOS MENINOS


Lucia A. S. de Souza
UERJ-FEBF






BAIXADA FLUMINENSE

Para que possamos ter um melhor entendimento da complexidade dos problemas sócio-ambiental que envolve a Cidade dos Meninos,faremos um breve histórico da região na qual ela se localiza, a Baixada Fluminense no estado do Rio de Janeiro. A utilização desse espaço no período colonial fez com que sua paisagem fosse alterada ao ponto que a degradação da natureza gerou o ambiente favorável a proliferação de vetores que causaram endemias, não apenas nessa região, mas além de suas fronteiras.
A Baixada Fluminense,também conhecida como Recôncavo da Guanabara teve o início de sua ocupação em 1565, com a distribuição das primeiras sesmarias. Em 1591, partes dessas terras foram doadas à Ordem de São Bento, que durante um grande período foi a principal fonte de renda do mosteiro de São Bento.
A produção agrícola dessa região se destinava a exportação e ao abastecimento da cidade do Rio de Janeiro, e aextração de madeira servia para atender as necessidades dos engenhos. Inicialmente o transporte dessas mercadorias se realizava pela via fluvial da qual a região era bem abastecida. Com o advento da linha férrea E. F. de Petrópolis ou Mauá, no século XIX, as ramificações fluviais entraram em rápida decadência, pois foram abandonadas, acelerando ainda mais o processo de deterioração da região. Nessa novapaisagem, ocorre uma epidemia de cólera e, posteriormente, de malária que de forma mais contundente atingiu a população.

“É verdade que o desmatamento desses primeiros anos de colonização para o plantio de cana-de-açúcar e para o fornecimento da lenha como combustível para os engenhos nem se compara com a devastação que se processará nos anos 30 e 40 do nosso século, quando a onda loteadoratornar-se-ia incontrolável.” (Alves, 2003 p.29)


No começo do século XX a fazenda dos beneditinos estava praticamente abandonada. É nessa época que a Comissão Federal de Saneamento da Baixada Fluminense (1910 – 1916) é organizada com o principal objetivo de combater a malária, mas também, com interesse em recuperar o potencial agrícola que outrora teve a região. Segundo Fadel, aComissão identificou duas razões principais para a formação dos pântanos na Baixada Fluminense. Primeiro, o abandono das terras e a falta de conservação dos rios e, segundo, a intervenção das estradas de ferro. Em 1931, as terras que faziam parte da Fazenda de São Bento passaram ao domínio da União e foram denominadas como Núcleo Colonial São Bento, pois, recuperada, abrigaria um grande projeto decolonização. Com o desmembramento dessas terras, diversos usos foram dados a área entre eles o projeto social, que primeiramente se chamou Cidade das Meninas.


CIDADE DOS MENINOS


A Cidade dos Meninos foi fundada na década de 1940, como projeto social idealizado pela 1ª Dama Darcy Vargas. Inicialmente se chamaria Cidade das Meninas, já que a instituição abrigaria meninas carentes quereceberiam educação de acordo com os padrões da sociedade da época.
A área está localizada no Município de Duque de Caxias, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, entre a Av. Presidente Kennedy (Antiga Rio – Petrópolis), os rios Iguaçu, Capivari e o canal do Pilar, e ocupa uma superfície de 20 hectares, de propriedade da União e, hoje sob responsabilidade patrimonial do Ministério da PrevidênciaSocial.
A Fundação Darcy Vargas ao receber essa área do Governo Federal para implantar o projeto Cidade das Meninas transferiu-a para a Fundação Abrigo Cristo Redentor (FACR), sob responsabilidade do Sr. Levy Miranda, que foi encarregado de implantar e gerenciar o educandário. Nesse período havia uma preocupação com o crescente aumento das favelas na cidade do Rio de Janeiro e a FACR tinha...
tracking img