Ciclos biogeoquimicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1035 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
JÉSSICA BREDA ENGENHARIA AMBIENTAL 6º PERÍODO

Ciclo biogeoquímico do enxofre

O ciclo global do enxofre compreende um conjunto de transformações entre as espécies de enxofre presentes na litosfera (crosta terrestre), hidrosfera (rios, lagos, lagoas e mares), biosfera (conjunto de seres vivos da Terra e seus habitats) e atmosfera (conjunto de gases que envolvem a Terra). Em muitosaspectos o ciclo do enxofre assemelha-se ao ciclo do nitrogênio, com exceção da entrada significativa proveniente da litosfera (crosta terrestre) através da atividade vulcânica e a ausência do processo de fixação biológica do enxofre da atmosfera.
Ele apresenta um ciclo basicamente sedimentar, embora possua uma fase gasosa, porém de pouco importância. A principal forma de assimilação do enxofre pelosseres produtores é como sulfato inorgânico. O processo biológico envolvido nesse ciclo compreende uma serie de microrganismos com funções especificas de redução e oxidação.
A distribuição atual do S nos mais importantes reservatórios da superfície terrestre caracteriza-se pela concentração do elemento em rochas sedimentares e na água do mar. O maior reservatório é representado pelos depósitossedimentares de sulfeto de ferro, a pirita ou “ouro de tolo” (FeS). Juntamente com o Fe, outras formas importantes de S puderam ser precipitadas junto aos depósitos de pirita, como as de Cu (cobre), Pb (chumbo) e Zn (zinco), os quais constituem as maiores jazidas conhecidas destes elementos, jazidas que são de grande importância econômica. Em segundo lugar, vem os depósitos de SO42-, principalmente ogesso (CaSO4.2H2O). Outro reservatório importante é representado pelos oceanos, os quais regulam o fluxo de sedimentação. A atmosfera e a biosfera (incluindo os solos) concentram quantidades irrisórias de S, quando considerado o seu ciclo biogeoquímico.
As maiores fontes de S para a atmosfera são os sais presentes nos aerossóis marinhos (53% do total),os quais tem uma meia vida na atmosferabastante curta, retornando quase que completamente aos oceanos via deposição, reabsorção pelos organismos ou arraste pelas chuvas.
As erupções vulcânicas contribuem com cerca de 3,5% das emissões atuais, distribuídas igualmente entre os ambientes terrestres e oceanos. Eventualmente, grandes erupções provocam elevações momentâneas destas contribuições, mas que voltam rapidamente ao equilíbrioanterior.
Nos ambientes terrestres, a emissão de gases vindos da atividade biológica são dominados por organismos redutores de S em ambientes alagados, os quais liberam H2S (sulfeto de hidrogênio). Outra fonte importante são as partículas sólidas em suspensão (poeira), movimentadas pelos ventos. Grandes quantidades de S são colocadas em suspensão pelos ventos em regiões áridas e semiáridas,principalmente na forma de gesso. Os maiores fluxos de S para a atmosfera, no entanto, é consequência da atividade humana (33%). O S é um constituinte importante dos combustíveis fósseis (carvão mineral, petróleo e gás natural), além de ser liberado em grandes quantidades durante a extração de Cu (cobre).

Ciclo biogeoquímico do fósforo

O fósforo é um elemento químico que participa estruturalmente demoléculas fundamentais do metabolismo celular, como fosfolipídios, coenzimas e ácidos nucléicos. Além disso, é um nutriente limitante do crescimento de plantas, especialmente as de ambientes aquáticos. Por outro lado, por apresentar-se em grande abundância no meio ambiente, pode causar sérios problemas ambientais.
Os grandes reservatórios de fósforo são as rochas e outros depósitos formados durante aseras geológicas. Esses reservatórios, devido ao intemperismo, pouco a pouco fornecem o fósforo para os ecossistemas, onde é absorvido pelos vegetais e posteriormente transferido aos animais superiores e, por consequência, ao Homem, pela cadeia alimentar.
O retorno do fósforo ao meio ocorre pela ação de bactérias fosfolizantes, atuando nas carcaças de animais mortos. O fósforo retorna ao meio...
tracking img