Ciancias sociologicas e antropologicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1431 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Ana Carolina Souza Parronchi; RA: 526241
Ciências Contábeis

Resumo do texto 1 : O Homem
Nesta terceira conferencia o estudo foi dirigido para a natureza do cognoscente e da consciência em si. Somos seres vivos, compostos de matéria, pertencemos a natureza, como animais que somos. Sendo seres racionais, atuantes e criadores pertencemos a Historia.
E, enfim, somos o abrangente quecompreende, por assim dizer, a natureza e a Historia, tornando assim aquilo que somos.
No pensamento de Aristóteles ; ” o homem não é anjo, nem besta” ficou situado que é igual a distancia entre uma e outra e que participamos dessas duas naturezas .
O homem esta sozinho no mundo imenso e mudo. Foi preciso que o homem surgisse para emprestar a linguagem ao mutismo das coisas. Somente com seuscompanheiros de destino ele se transforma em homem, em si mesmo e deixa de estar solitário. É a partir do mundo que nos compreendemos como esse existente vivo e corporal sem o qual não somos. Estamos ligados a esse existente, movemo-nos com ele e reconhecemos sua corporalidade como nossa ate no ponto da identificação. A identificação de cada um de nós com sua corporalidade não basta para fazer com queele seja ele mesmo. Não nos compreendemos a partir da historia, mas se nos rendermos ao processo do conhecimento histórico, no qual hoje nos encontramos, perdemos a consciência da nossa própria responsabilidade original.
O homem foi definido como ser vivo dotado de palavra e pensamento; como ser vivo que agindo da a sociedade a forma de cidade regida por leis; como ser que produz utensílios;que trabalha com esses utensílios; que assegura sua subsistência por meio de planificação comunitária.
Cada uma dessas definições leva em conta uma característica, mais não o essencial, o homem é uma mutação: o homem não pode permanecer como é. Seu ser social esta em evolução constante, ele ultrapassa o estado que é dado a si mesmo, nasce em condições novas. Para Nietzsche, o homem “é o animalque jamais se define”. O Homem não pode ser o que já é ele este sujeito a perder-se em anormalidades, degenerações, perversões, a alienar-se de si mesmo. Tudo que sabemos do homem, tudo que cada um dos homens sabe de si mesmo não corresponde ao homem . Sua origem propõe-lhe um problema que se transforma em alavanca da qual se vale para tentar fugir àquilo em que esta enterrado.
Todo oconhecimento que o homem tem de si mesmo diz respeito a fenômenos, a suas condições ou potencialidades. O homem não se identifica a qualquer desse aspectos, porem os incorpora ao longo da jornada que o leva a si mesmo.
O homem sempre esteve rodeado de imagens para sua própria orientação como: os heróis da mitologia, os deuses gregos, os sábios, os profetas, os santos, as personagens literárias, somos nospróprios a aposta na luta que, em nós se trava entre imagens do homem. A reverência do homem esta na origem do respeito próprio que consiste em não tolerar fazer, pensar ou sentir nada capaz de levar-me ao desprezo de min mesmo, a reverência não eleva o homem ao nível da divindade. O homem humilíssimo e o grande homem são aparentados conosco.
Afirmamos que o homem não podia ser compreendido apartir da natureza, nem a partir da Historia, nem a partir de si mesmo. O homem quer ultrapassar-se, não se satisfaz como ser, numa quietude fechada em si mesma, não se reconheceria autenticamente como homem, se se contentasse com ser homem que hoje é. Só na ação sobre si mesmo e sobre o mundo, em suas realizações é que ele adquire consciência de ser ele próprio, é que ele domina a vida e seultrapassa.
Quando começa a refletir, o homem toma consciência de que não dispões de certeza, nem de apoio. É preciso que nós, homens, tenhamos coragem, quando nos pomos a refletir sem vendas nos olhos, avançando assim no escuro, de olhos abertos, proibindo-nos de renunciar ao pensamento.
Vimos que não há resposta satisfatória para a indagação a proposito do que o homem é. As potencialidades do...
tracking img