Choque de realidades-Jornal Virtual

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5367 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1

Choque de Realidades

Com a chegada da Corte Portuguesa ao Brasil, muitos negros foram escravizados e
trabalhavam para o total conforto dos habitantes da casa dos Nobres.
A Burguesia tinha muitos privilégios, sempre com mesas fartas, boas roupas, boa casas,
porém com a classe dominada a realidade era diferente. Alimentavam-se de restos para que
não morressem de fome, vestiam trapos, eo local onde passavam a noite era um local onde
muitos dormiam amontoados. Sendo muitas vezes humilhados e tratados como mercadorias
dos mais favorecidos financeiramente.

Hoje a sociedade se libertou do tiranísmo do passado, as famílias se alimentam bem embora
ainda existam muitas famílias de baixa renda, mas hoje não existe trabalho escravo, e temos
também leis que nos amparam e nosdefendem de qualquer tipo de constrangimento em que o
trabalhador possa vir a sofrer.
Atualmente todos possuem o seu lugar na sociedade, os jantares em família raramente
conseguem reunir todos os membros, mas sempre que se reúnem cada qual tem sua tarefa
para a total satisfação de todos.

2

O Carnaval comemorado na época de 1822, onde o povo desfilava pelas ruas com a cara
pintada, suasroupas bem coloridas e sem muito luxo e muitas vezes, fazendo criticas ao
Governo, desfilavam entre as ruas do comércio local e todos saiam as portas para prestigiar o
desfile.

O carnaval atualmente é visto com muito luxo e riqueza, mas a maioria dos foliões é
composta por pessoas com baixo poder aquisitivo, e muitas vezes deixam de investir em
melhorias para si mesmo, para poder investir emfantasias carnavalescas, e estas por sua vez
caríssimas, para serem usadas somente na noite do desfile. Visando sempre a disputa acirrada
pelo titulo, envolvendo muito dinheiro, do que o protesto propriamente dito anteriormente,
sofrendo muitas vezes, explorações por parte dos dirigentes das escolas de samba.

3

O modo como era dado o castigo ao escravo era muito comum e sempre que umescravo não
cumpria as ordens do seu “senhor”, ele recebia um castigo o pobre escravo era amarrado num
tronco muitas vezes despedido e ali ele levava várias chicotadas pelo corpo todo. Esta forma
de castigar além da dor física com certeza gerava também vergonha, e muita opressão.

Nos tempos atuais, pouca coisa mudou o então “chefe” muitas vezes também oprimi e
envergonha o seu “empregado”, nãode uma forma bruta e com chicotadas, mas com palavras
que são tão quanto agressivas.

4

Chegada da Família Imperial no Brasil

Fugindo das forças napoleônicas que ameaçavam dominar a grande parte dos países da
Europa incluindo Portugal, a família imperial de Dom João VI chega ao Brasil em pleno
século XIX. O Brasil sendo uma terra nova, com inúmeras riquezas naturais, clima ameno e
povohospitaleiro já estava sobre o julgo e domínio português, facilitando assim a vinda da
família real.
Dom João que era bastante preguiçoso, comilão e de personalidade bastante manipulável,
estava sob a influência de sua esposa D. Carlota Joaquina, mulher de gênio forte e de ardente
apetite sexual, que a princípio não queria viajar para não deixar os inúmeros amantes que
tinha na cortePortuguesa. Após muita discussão sobre a viagem, o Rei decidiu partir e com
ele trouxe grande parte da nobreza da corte, incluindo a rainha. Iniciando assim vários fatos
que formaram a base da sociedade brasileira.
Dispondo de lugares importantes para a vida em sociedade, como o Banco do Brasil, Jardim
Botânico e a Biblioteca Nacional, a colônia se modernizou e foi criada a primeira constituiçãobrasileira que acabou culminando com a Independência do Brasil.
Relacionando o modelo de Estado e a sociedade que se desenvolve atualmente no Brasil
pode-se afirmar que existe uma semelhança à cultura política portuguesa. A corrupção que
impera em nosso sistema político tem raízes profundas e históricas e está associada à nossa
formação. No Brasil, a coisa pública sempre foi tratada como 'coisa...
tracking img