Chocolate

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5556 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

O chocolate está entre as guloseimas favoritas das crianças e dos adultos. Ingrediente versátil, que pode ser preparado e utilizado nas mais variadas formas, tais como tabletes, fondue, bolos, sorvetes, cereais, caldas dentre outros. Provavelmente existe algo de especial nele (LIMA, 2008).
De acordo com Cardoso (2007) “O chocolate é um dos produtos mais consumidos no Brasil e nomundo. Apreciado por crianças, adultos e idosos, o chocolate percorreu grande trajetória e hoje faz parte da alta gastronomia”.
Os novos chocolates caracterizam-se pelo elevado teor de cacau, apresentando até seis vezes mais antioxidantes do que os chocolates convencionais. Ao contrário do chocolate ao leite, que leva em média de 30% de cacau em sua composição, esses produtos são feitos com altaconcentração de cacau no mínimo 60% de cacau, nenhum leite resultando um chocolate escuro e amargo (LIMA, 2008).












2. OBJETIVOS

2.1 OBJETIVO GERAL

O objetivo do nosso trabalho é identificar e analisar os fatores que exercem influência no consumo do chocolate, assim como os riscos, benefícios, e a história do mesmo mostrando diferentes percepções diante das variedadesde chocolate.

2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

• Expor variedades de chocolates;
• Explicar os benefícios;
• Informar a história e o surgimento;
• Divulgar as calorias e como não fazer o consumo excessivo do produto.
















3. JUSTIFICATIVA

A proposta desse trabalho é identificar os aspectos que influenciam o processo de compra e consumo de chocolates, analisandodesde os fatores que motivam a compra até as percepções individuais de cada pessoa diante do consumo e busca excessiva do produto.























4. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

4.1 O CACAU E O SURGIMENTO DO CHOCOLATE

O cacaueiro é uma planta da família das Sterculiáceae. Foi citado pela primeira vez na literatura botânica quando Charles de L’Êcluse o descreveu com onome de Cacao fructus. Em 1737 foi classificado por Linnaeus com a designação de Theobroma fructus, sendo modificado mais tarde, em 1753, para T. cacao, designação que permanece até hoje (HERME, 2006).
Segundo Farrow (2005, p.18), “theobroma”, do grego, quer dizer “alimento dos deuses”. Este é o nome de batismo do chocolate. O batismo aconteceu em meados do século XVIII. O padrinho foi CarlosLinnaeus, botânico sueco que conhecia muito bem a trajetória do chocolate por meio da história dos povos.
O chocolate era consumido em várias culturas pré – colombianas. Os incas, que viviam a milhares de quilômetros de distancia dos astecas, produziam cacau em quantidade suficiente para o uso de toda a população. Entre os maias e os astecas, porém, só a nobreza podia dar-se ao luxo do uso habitualdo chocolate. Houve tempo em que as sementes de cacau, símbolo de riqueza, eram usadas como dinheiro (FRANCO, 2001).
Em toda região a importância do cacau não residia apenas no fato de que dele se obtinha uma bebida fria e espumante. O valor do cacau também estava nas sementes. Elas eram usadas como moeda. Na época, por exemplo, um coelho podia ser comprado com oito sementes e com escravo comcem (LIMA, 2008).
Lima (2008) afirma que: “Até então o cacau e o seu precioso produto, o chocolate, só circulavam pelos rituais, banquetes e o comércio na América Central. Passaram se séculos, até que em 30 de julho de 1502, o navegador Cristóvão Colombo, achando que tinha descoberto as Índias, chegou a ilha de Guajano, na América Central. Um chefe asteca subiu abordo e ofereceu, ao navegador esua tripulação, armas, tecidos e sementes de cacau. Colombo e seus marinheiros provaram as sementes e também o chocolate. Na ocasião, Colombo, o primeiro europeu a provar o chocolate, não lhe deu a mínima importância.”
O chocolate era considerado sagrado por essas duas civilizações, tal qual o ouro.
Na Europa chegou por volta do século XVI, tornando rapidamente popular aquela...
tracking img