Cesare brandi

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1053 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP
ARQUITETURA E URBANISMO

CESARE BRANDI

SÃO PAULO, 11 DE SETEMBRO DE 2012

Cesare Brandi 1906-1988
Biografia
* Cesare Brandi nasceu em Siena, em 8 de abril de 1906;
* De 1930 a 1960 se dedidca a fundação e a direção do Instituto Central de Restauro;
* Durante o período de direção do instituto de Restauro, Brandi tem a oportunidade de realizar oprimeiro Laboratório de Restauração e de exposição de pinturas em Rimini do Trecento (1935).
* Desde 1934 vira professor de Historia da Arte Medieval e Moderna na Universidade de Roma;
* Em 1938 se junta com Giulio Carlo Argan e fundam o Instituto Central de Restauração, que vai de 1939 a 1959;
* Em 1960 recebeu a Medalha de Ouro da cultura louvável;
* Em 1961 ganha a cadeira deHistória Medieval e Moderna na Universidade de Palermo;
* É considerado o autor da mais completa elaboração teórica sobre a restauração e conservação de obras de arte.
* De 1967-1976 ensina História Moderna na Universidade La Sapienza, em Roma.
* Em 1988 morreu em casa di Vignano, em Siena, 19 de janeiro.
Conceito de Restauração
"Restauração é qualquer intervenção destinada arestaurar a eficiência de um produto da atividade humana.“
"Restauração é o momento metodológico do reconhecimento da obra de arte em sua polaridade estética e histórica dupla".
* Exemplo Estético: a qualidade artística.
* Exemplo histórico: ter sido feito em um determinado tempo e lugar e estar em um determinado tempo e lugar, o que o torna único. Que são sintetizados três momentos:* Duração do processo criativo original;
* O intervalo entre a criação da obra original e atualização.
* O Tempo como apresentação instantânea na consciência humana.
Ou seja, a obra de arte é diferente de outros objetos assim sua restauração para ser diferente deve ser reconhecida como tal, em sua consistência física e sua polaridade dupla para transmissão para ofuturo.
Princípios básicos
“SE RESTAURA SOMENTE A MATÉRIA DA OBRA DE ARTE”
* Que é onde a imagem aparece e assegurar a transmissão. A restauração deve ser limitada a fazer esta consistência física permanente tão intactas quanto possível ao longo do tempo.
"ESTA É DIRECIONADO PARA O RESTABELECIMENTO DO POTENCIAL DE UNIDADE DE
ARTE, SEM COMETER UM FALSIFICAÇÃO HISTÓRICA OU ARTÍSTICA, ESEM APAGAR
QUALQUER VESTÍGIO DA PASSAGEM DA OBRA PELO TEMPO“
* Isso deixa claro que a restauração de uma obra de arte, não deve ser limitada à restauração da sua funcionalidade, mas a estética por exemplo, tendo em conta o contexto histórico.
A materia da obra de arte
"O campo da intervenção restauração ser limitada à consistência física do trabalho“
* mas a arte como umveículo da imagem é dividida em estrutura (suporte) e aparência (imagem).
Potencial da unidade de arte
A unidade da obra de arte não pode ser comparada com a da realidade, porque,
enquanto o mundo físico é uma orgânica ou funcional, o da obra de arte é uma
unidade figurativa. Ou seja:
* Quando uma obra é dividida, devemos tentar desenvolver cada potencial da unidade original que tem cada um deseus fragmentos.
PRÍNCIPIOS PRÁTICOS:
* Reintegração tem de ser facilmente reconhecível: (embora invisível à distância, para ver a unidade que deseja recuperar);
* MATÉRIA é insubstituível quando se refere à aparência, mas não no que diz respeito à estrutura;
* Todo trabalho de restauração pode-se fazer no futuro, ainda permanece o problema dos “vazios”, não se pode inventar o queestá faltando, mas também, tem que manter a unidade do restante figurativa . Para este problema, existem muitas soluções, Brandi fala de três:
* TINTA NEUTRA: serve para "neutralizar" os “vazios”;
* TRATAMENTO ARQUEOLÓGICO: tentar trazer o “vazio” para um plano espacial;
* REVERTER OS “VAZIOS”: levar para um nível inferior
O tempo sobre a arte da restauração
* O momento da...
tracking img