Cerimonial e protocolo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 35 (8731 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CERIMONIAL, PROTOCOLO E ETIQUETA

[pic]






NOVEMBRO/2008
















1. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE CERIMONIAL E PROTOCOLO




BREVE HISTÓRICO DE CERIMONIAL


ANTIGO EGITO

Havia cerimoniais de cunho religioso e civil com participação do Faraó, onde exigia hierarquia entre os sacerdotes e côrte em geral.
Desde o banho, com água sagrada,função dos sacerdotes, simbolizando o nascimento, a paramentação, a unção, a entrada no Templo do Deus Rá (Sol); até sua retirada, com todos os rituais, o Cerimonial era rigorosamente obedecido.





IDADE MÉDIA

Na Idade Média foi-se constituindo um cerimonial cheio de ostentação, principalmente, nas cortes feudais da Itália, na Áustria, na Espanha e na França.
A corteaustríaca, de alto refinamento, compilou as regras a que se deviam submeter o monarca e os membros da corte, desde o despertar.
Na França, à época dos reis “Luizes”, a etiqueta e o cerimonial foram apurados.




SANTA SÉ

O cerimonial da Santa Sé é um dos mais complicados da atualidade.
Até Paulo VI, o ritual era muito extenso e rigoroso. A partir de João XXIII,seu rigor foi muito atenuado.

O Cerimonial existe desde as mais antigas civilizações, tendo sofrido modificações no decorrer do tempo.
Não existe possibilidade de se guardar de memória as disposições vigentes dos diversos cerimoniais e mesmo do cerimonial atual.
Entretanto, é preciso conhecer seus conceitos básicos, origem, um pouco de história, para podermos decidir e atéimprovisar, dentro dos princípios de respeito mútuo e de solidariedade.


2. DEFINIÇÃO DE CERIMONIAL
“Conjunto de normas estabelecidas com a finalidade de ordenar corretamente o desenvolvimento de qualquer ato solene ou comemoração pública que necessite de formalização”.(GOMES, 1998).
“É a rigorosa observância de certas formalidades em eventos oficiais, entre autoridades nacionais ouestrangeiras”.(SCHNAIDER, 1995).

Imediatamente nos vêm à mente as grandiosas cerimônias publicadas nos jornais, nas revistas e na televisão, seja a coroação de um monarca ou de um Papa, a posse de um Presidente ou de um Governador, as cerimônias suntuosas das cortes orientais, - se visualizar trajes de gala, chapéus de plumas, uniformes condecorados ou parados pitorescas em esplendormajestoso.







DEFINIÇÃO DE PROTOCOLO


“É a ordem hierarquia que determina as normas de conduta aos governos e seus representantes em ocasiões oficiais ou particulares”.(SCHNEIDER, 1985)
“Segundo o Manuel Pratique de Protocole editado na França, em 1860, “o protocolo codifica as regras que regem o cerimonial e seu objetivo é dar a cada um dos participantes asprerrogativas, privilégios e imunidade a que têm direito.”“.
A hierarquia existe em todas as sociedades organizadas. O protocolo também implanta método, controle, porte além de regular a conduta nas cerimônias públicas e privadas, estabelecendo as leis para trocas de correspondências oficiais e privadas, sendo de fato para assegurar que cada um receba a posição e o respeito ao qual seu cargo fazjus e que são reconhecidos por outras autoridades políticas e administrativas e pela própria sociedade.


DEFINIÇÃO DE HIERARQUIA
Não há sociedade sem hierarquia e civilização sem cerimonial. Se observar, em todos os lugares que alguma ordem e disciplina são necessárias quando uma comunidade começa a se formar. A vida social impõe respeito a certas regras sem às quaisa vida em comum seria impossível e a ausência desta regra, certamente resultaria em anarquia e no caos. Desta maneira, cada país elaborou um conjunto de normas que assegura aqueles, em posição de prerrogativas oficiais, políticas e administrativas, privilégios e imunidades das quais necessitam, para um completo e produtivo exercício de suas funções.
. QUEBRA DE PROTOCOLO
O abandono ou...
tracking img